Sbras.Blog - O Jornalismo do Cidadão contra a Ditadura do pensamento único............................Publicação esporádica e ocasional que procura levar aos leitores informação sobre assuntos sociais, culturais, religiosos, políticos, desportivos, escolares, de saúde, de segurança, do património, do ambiente e outros, sobre o concelho de S. Brás de Alportel..................................Independente do poder politico e económico, aqui lê-se nos acontecimentos os sinais do tempo e presta-se atenção aos recantos mais ignorados.................................. Aqui ouve-se os anseios, aspirações ou queixas da população para a divulgação de informações e noticias de carácter não especializado........................................ Pseudo-jornalismo de Intervenção, de Proximidade e de Conveniência na defensa do interesse comum e o prestigio e desenvolvimento do concelho........................................Talvez por isso este seja único blog que a Câmara Municipal de S. Brás de Alportel não permite o acesso!...............................................

31 janeiro 2007



Etiquetas:

PSD de São Brás acusa Governo

de «laxismo» e de «marginalizar» habitantes

O PSD de São Brás de Alportel acusou hoje o Governo de "laxismo" e de "marginalizar" os habitantes locais por desrespeitar promessas eleitorais e não lançar medidas de revitalização económica para o concelho.

Em comunicado, os sociais-democratas dizem que a vila algarvia "não se encontra na lista de prioridades" do Governo e protestam contra a ausência de medidas para o desenvolvimento local.

Segundo o PSD, o previsto encerramento dos serviços de internamento de São Brás de Alportel, do serviço de Finanças e do Cartório Notarial, agregando-o na Conservatória, vai retirar à vila a maioria dos serviços existentes.

Além de protestar contra a intenção governamental de encerrar estes serviços, o PSD contesta ainda o encerramento, desde 01 de Janeiro, do Serviço de Atendimento Permanente (SAP) da vila, fora dos dias úteis e do horário laboral.

A medida obriga os habitantes da vila, cerca de 10 mil, a deslocar-se, em situação de emergência médica, ao SAP de Loulé (a 13 quilómetros de distância) ou ao SAP ou Urgências do Hospital de Faro (a 17 quilómetros).

Os social-democratas criticam a inércia governamental em avançar com obras consideradas prioritárias, como a ligação da vila à Via do Infante (A22) e a construção da barragem do Monte da Ribeira, sublinhando que, desde a construção da variante Sul, pelo governo PSD, "nada de relevante foi projectado".

O PSD reivindica a construção da barragem do Monte da Ribeira, lembrando de que todas as que estão previstas para a próxima década se localizam no Barlavento ou junto ao Guadiana, mas diz que a obra "não passa de um sonho".

"A obra seria importante para reforçar os aquíferos da zona, combater incêndios florestais e aliviar possíveis cheias no Rio Gilão, em Tavira", salientam os sociais-democratas, acusando ainda o Governo de não lançar medidas de reflorestação.

"Os apoios prometidos aos proprietários das áreas ardidas foram insignificantes ou inexistentes", denunciam, lembrando também que a prevista Zona de Intervenção Florestal (ZIF) de São Brás ainda não avançou.

Para concluir, o PSD reclama a construção da zona industrial de cariz regional prevista no Plano de Ordenamento do Território (PROT) aprovado em 1991 e que ficou no papel.

"Quer o Ministério da Economia, por ausência de interesse, quer a Câmara Municipal, por inércia, nunca tomaram qualquer diligência para a concretização deste pólo de desenvolvimento económico", concluem.

Etiquetas:

30 janeiro 2007

Fogo Destroi Habitação

Um incêndio destruiu por completo uma casa térrea em S. Romão, no concelho de São Brás de Alportel, na madrugada do dia 28.
O alerta do fogo que terá tido origem numa lareira mal apagada, foi dado pelo cão do casal proprietário, que se encontrava a dormir.
Não se registaram feridos, mas o recheio ficou completamente destruído pelas pelas chamas. Quando chegaram os Bombeiros pouco havia a fazer.

Etiquetas:

Proposta de Emprego - S. Brás

ELECTRICISTA e ENCARREGADO (M/F)
URGENTE - Para empresa em São de Brás Alportel

ELECTRICISTA

de alta Tensão c/carteira e conhecimentos de electromecânica.

ENCARREGADO

para as áreas Mecânicas sistemas de AVAC e bombagens de águas.


Envio de Curriculum para: Fax 213 617 059 Workforce Recursos Humanos - Lisboa Tef. 213 617 050 - Tm. 967 254 893

Etiquetas:

Na Rota da Cortiça

Hoje,30 de Janeiro, São Brás de Alportel acolhe a Visita de Trabalho ao sector da produção e transformação da cortiça, do Grupo de Trabalho "Defender o Montado, Valorizar a Fileira da Cortiça", pertencente à Subcomissão Parlamentar de Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas da Assembleia da República.

A visita ao município está integrada numa visita de trabalho do grupo parlamentar, que decorre desde o dia 28 até hoje, com um programa vasto, que aborda diversos assuntos, e onde participa um conjunto diversificado de organismos, ligados ao sector.

A visita à Serra Algarvia, de onde é extraída uma das melhores cortiças do mundo, constitui um dos pontos altos do programa, com paragens no Barranco do Velho e em S. Brás de Alportel.

O primeiro encontro terá lugar às 15 horas, no Barranco do Velho, onde o grupo de trabalho, intitulado «Defender o Montado, Valorizar a Fileira da Cortiça», reúne-se com a Associação de Produtores Florestais da Serra do Caldeirão e a associação de defesa do património cultural e ambiental Almargem.

Às 16h30, o grupo liderado pelo deputado socialista Jorge Almeida ruma a São Brás de Alportel, para visitar uma unidade fabril de transformação de cortiça, seguindo-se, uma hora depois, uma reunião com o executivo municipal e com a Associação dos Industriais e Exportadores da Cortiça (AIEC).

Com esta visita de trabalho, pretende o grupo parlamentar (criado recentemente, sob a coordenação do deputado Jorge Almeida), promover um debate amplo e diversificado sobre o montado de sobro e a fileira da cortiça, nas suas múltiplas valências: investigação, produção, transformação, comercialização, conservação da natureza e desenvolvimento rural.

A comitiva inclui, além de Jorge Almeida, os socialistas Costa Amorim e Ventura Leite, os sociais-democratas José Raul dos Santos e Luis Carloto Marques, o comunista José Soeiro e o deputado do CDS-PP Abel Baptista.

Etiquetas:

Proposta Emprego - Algarve

A Caixa Agrícola do Algarve abriu concurso para emprego.
A sede é em Faro e as instalações centrais em Moncarapacho.
Candidaturas devem ser feitas até 01. Fevereiro.

(clica na imagem para aumentar)


Etiquetas:

29 janeiro 2007

"Kamikaze Ultimate Fight"

Gala de Kickboxing marcada para 4 de Fevereiro

A III Gala de Kickboxing "Kamikaze Ultimate Fight" vai realizar-se, no próximo dia 4 de Fevereiro, pelas 16:00 horas, na Associação de Músicos de Faro, numa organização do grupo Arena de Faro.

O programa da gala contempla combates preliminares e diversas demonstrações, sendo apadrinhada por João "KO" Diogo, campeão da Europa, e Sandra Silva, que venceu em França a prova de K1 Superfight Feminin.

Na prova, vão participar atletas dos clubes de Kickboxing de Sagres, Lagos, São Brás de Alportel, Albufeira, Vila Real de Santo António e Faro, "representando uma franca expansão da modalidade no Algarve".

A prova terá cobertura (em diferido) da SportTV, RTP2 e SIC Radical.


------------------------------

Clube Kempo S. Brás de Alportel formou vários Campeões no ano de 2006:
(quase todos foram esquecidos na Gala da Juventude 2006!)

Campeões Nacionais

Disciplina: K.O Contact
Séniores Masculinos: (-75 Kg) Filipe Pires; (-85 Kg) Miguel Martins;
Séniores Femininos: (75 kg) Andreia Inácio;

Disciplina: Semi Contact
Masculinos: (Mini - 1,10) Alexandre Pires; (Juvenis - 1,50) Diogo Ribeiro;

Disciplina: Light Contact
Masculinos: (Juvenis - 1,50) Diogo Ribeiro;
Séniores Femininos: (75 kg) Andreia Inácio;

Disciplina: KATA
Masculinos: (Juvenis) Bruno Silva;



Etiquetas: ,

27 janeiro 2007

" A Importância dos Blogs."

por: Pecaaas - Faro Este Blog

"O presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel apresentou queixa na Polícia Judiciária contra o São Brás Blog,(sbras.blogspot), por considerar que o site atenta contra o seu bom nome."

O que será que o São Brás Blog terá publicado que levou o Presidente da Câmara a apresentar queixa na Judiciária contra o mesmo?
"Pelo andar da carruagem qualquer dia o Sherif do Faro este vai de cana!" Parece não haver qualquer dúvida que os blogs são algo "incómodo" para muita gente! Mas, só para gente que "tem culpas no cartório"!"Quem não deve, não teme!"

A Democracia, palavra que passou a fezer parte do nosso dicionário após o 25 de Abril, tem vindo a degradar-se com o tempo! E, normalmente para os que mais se intitulam de Democrátas, o sentido da mesma parece já não ser o mesmo....

O aparecimento do "fenómeno blogs" veio permitir que um qualquer comum cidadão possa democráticamente dizer o que lhe vai na alma e criticar no bom sentido!

Como é natural, os nossos governantes, nacionais e locais, estão na mira de todos os "bloguistas"! E, aqui falo por mim, que sou um desiludido político que me leva a "alhear-me/resignar-me"dos problemas nacionais, "porque a minha voz de burro não chega ao céu", no que toca à minha terrinha vou dizendo o que sinto e o que muitos outros sentem! E se o faço é porque tenho esperança que os meus "posts de burro" chegam "às orelhas dos autarcas"!

Ora, o Sbras.blogspot certamente, e pelo que lá tenho lido, tem um modo semelhante de actuação! Existe para defender os interesses de São Brás e "luta" por isso! Usando um tipo de escrita "mordaz e cómica lá vai dando uns pontapés nas canelas das figuras locais"! Um pouco tipo "british style" que "qualquer figura" tem obrigação de saber "encaixar", faz o que pode pela sua terra! Como é óbvio, não entrando por caminhos de baixa política nem por meios verdadeiramente ofensivos da dignidade de cada um, pode e deve continuar com o seu estilo!

Se nos Estados Unidos ou na Inglaterra, este sistema de queixa por tudo e por nada funcionásse, então a Interpol e a CIA, teriam que criar um enorme departamento para tratarem das queixas dos "políticos e similares"!

Até em Portugal, se a moda pega, vamos ver o Governo a apresentar queixa contra Alberto João Jardim, Sócrates a apresentar queixa contra Marcello Rebello de Sousa, Marques Mendes contra Santana Lopes, o ministro da Saúde contra os médicos, os professores conta a Ministra, e meio Portugal a apresentar queixa contra a outra metade!

"Vamos deixar de ser provincianos!" Quem se candidata seja ao que fôr, sabe perfeitamente que "vai ficar na mira" dos críticos! E a crítica combate-se com "obras, com factos, com exemplos", mas não com "queixinhas"!

Se "as figuras" de Faro seguirem o (mau) exemplo que vem de São Brás, já sei que vou ter queixas de José Vitorino, Cristóvão Norte, Mendes Bota, Apolinário, Justino Ramos, Augusto Miranda, PSP, Algar, Luís Coelho, construtores, arquitectos, professores,...... "Vou ter a Judiciária a trabalhar só para mim!" E não se esqueçam,..... fumo Marlboro Lights (passe a publicidade)....

Etiquetas:

26 janeiro 2007

Assembleia Distrital do PSD/Algarve

reúne em S. Brás de Alportel

A Assembleia Distrital do PSD/Algarve irá reunir em S. Brás de Alportel, no próximo dia 29 de Janeiro tendo na agenda o Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN), e os cortes financeiros substanciais que implica para o Algarve.

A reunião do órgão máximo dos social democratas algarvios terá lugar no auditório da Escola EB 2,3 daquela vila.

Na ordem de trabalhos, estará uma análise da situação política nacional e regional e uma posição política sobre a diminuição dos fundos comunitários para a região.

Num quadro mais localizado, o PSD/Algarve procederá a uma revisão da actuação governamental no município de S. Brás de Alportel, à luz dos principais problemas que afligem as populações daquela área, informam em nota do partido.


Etiquetas:

25 janeiro 2007

PCP contra encerramento do SAP

A Concelhia do PCP de São Brás de Alportel está contra a transição das Urgências para Loulé e Faro, e critica silêncio da Câmara Municipal.

O PCP de São Brás de Alportel está contra o encerramento do Serviço de Atendimento Permanente (SAP) da localidade, considerando que a solução apresentada pela ARS de deslocalizar as “Urgências” para o Centro de Saúde de Loulé e para o Hospital de Faro é “manifestamente insuficiente”.

“O concelho de Loulé é o maior do Algarve e o mais populoso, não esquecendo a sobrelotação que se verifica no Verão em Quarteira e Vilamoura. O SAP de Loulé já tem dificuldade em assegurar os cuidados médicos a toda a população do concelho de Loulé à qual acresce agora os utentes do Centro de Saúde de São Brás de Alportel”, afirma o PCP, em comunicado.

Também a solução do Hospital de Faro não colhe junto da estrutura comunista: “A população de São Brás de Alportel ao ver-se obrigada a dirigir-se ao Hospital Distrital de Faro, já de si com deficiências várias ao nível do atendimento, arrisca-se a ser catalogada com uma cor e aí passar a noite toda numa atitude de desprezo e desrespeito pelos utentes do SNS”, acrescenta.

O PCP relembra ainda que, “apesar de a saúde ser um direito reconhecido pela Constituição Portuguesa, as despesas com as deslocações ao SAP de Loulé ou às urgências do Hospital Distrital de Faro não estão cobertas pelo Estado”.

As críticas estendem-se à privatização do serviço de internamento do Centro de Saúde de São Brás de Alportel, com a sua entrega à Santa Casa da Misericórdia, bem como aconteceu com a privatização do sanatório, agora “nas mãos” do Banco Português de Negócios.

Por último, a Comissão Concelhia de São Brás de Alportel do Partido Comunista Português aponta o dedo à Câmara Municipal de São Brás de Alportel, “pelo seu silêncio para com a população e por nada ter feito para que estas medidas impostas pelo Governo (também PS) pudessem ser impedidas”.

Etiquetas:

"Natal Tradicional – Teatro"

No próximo dia 26 de Janeiro, pelas 17.30 hrs, no Museu do Trajo do Algarve será apresentado ao público o segundo volume de Natal Tradicional – Teatro.

Trata-se de um trabalho sobre o teatro algarvio e que dá a conhecer a origem de vários autos natalícios representados em várias localidades do Algarve - uma tradição hoje quase extinta. São divulgados os textos que serviram de guião para os Ditos de Porches, Estombar e Auto Sacramental de Santa Bárbara de Nexe. Dá a conhecer um manuscrito com o Auto dos Três Reis Magos, encontrado na Biblioteca do Seminário de São José em Faro. Realiza uma análise literária aos autos algarvios e desenvolve uma tese sobre as respectivas fontes. Em apêndice apresenta o Combate dos Mouros de Quelfes, Pechão e Santa Catarina da Fonte do Bispo, a única representação popular sobrevivente no Algarve. As Loas em honra de Nossa Senhora das Dores, outrora muito populares, não foram esquecidas.

Trata-se de um livro com cerca de 300 páginas ilustradas com um caderno a cores que valoriza a memória do teatro algarvio. O autor é o P.e J. Cunha Duarte que contou com a colaboração do Dr. P.e Afonso Cunha. A edição é da Casa da Cultura António Bentes de São Brás de Alportel que contou com apoios da Delegação Regional da Cultura do Algarve, Santa Casa da Misericórdia e Câmara Municipal de São Brás de Alportel.

A cerimónia de apresentação pública a ter lugar no dia 26 de Janeiro, pelas 17.30 horas, no Museu do Trajo, São Brás de Alportel contará com a apresentação de D. Manuel Quintas, bispo do Algarve.

Etiquetas:

24 janeiro 2007

Sbras.Blog nos Jornais Regionais

Eusébio põe blog na Judiciária

O presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel apresentou queixa na Polícia Judiciária contra o São Brás Blog, por considerar que o site atenta contra o seu bom nome.

Uma fotomontagem do presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, António Eusébio, com a cabeça visível por entre as pernas de uma mulher, terá sido “a gota de água”. A fotomontagem, com o título “A trabalhar para a Nação” levou o autarca a interpor pelo menos uma queixa contra incertos por difamação, na Polícia Judiciária, por causa do São Brás Blog, uma página de comentários na Internet.

O caso começou há cerca de um ano – a foto foi colocada em Março de 2006 - com a sucessiva publicação no blog de posts (comentários) anónimos, muito críticos face à actuação do presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel. Alguns dos comentários contêm afirmações de carácter político, sobre casos que envolvem a autarquia, mas há outros que incidem sobre a vida pessoal do autarca.

Contactado pelo Observatório do Algarve, António Eusébio não quis alongar-se em declarações: “As pessoas utilizam o anonimato para dizerem o que querem, mas numa sociedade democrática deviam identificar-se. No entanto, escondem-se por detrás do anonimato para brincarem como crianças e fazerem o que lhes apetece”, afirmou.

Eusébio confirmou a apresentação de várias queixas contra incertos, por difamação, por causa do blog, adiantando que “não são só do Presidente da Câmara de São Brás de Alportel”. O autarca escusou-se, no entanto, a avançar mais informações. “O assunto envolve vários anos de difamação”, limitou-se a acrescentar.

Segundo o blog, o presidente alega que além de não lhe ter sido solicitada autorização para o uso da sua imagem, a fotomontagem em causa constitui uma ofensa ao seu bom-nome.

Entretanto, o Observatório soube que um dos alegados autores do blog já foi ouvido pela Polícia Judiciária de Faro.

Rui Taveira, representante da CDU/Verdes na Assembleia Municipal de São Brás, foi identificado na página em causa, como sendo o autor do próprio blog.

Ao Observatório do Algarve, adiantou que foi ouvido a 10 de Janeiro por agentes da PJ, escusando-se a adiantar pormenores, porque o caso está em segredo de justiça.

Taveira indicou que a queixa terá sido feita como Presidente de Câmara e não a título pessoal, o que secunda a versão do blog.

Sem se identificar como autor da página – até porque no blog, o conteúdo é livre, isto é, qualquer pessoa pode inserir o que entender, embora sujeito ao “crivo” de um administrador – Rui Taveira deixa, no entanto, um comentário: “Suponho que as pessoas não dizem metade do que deveriam dizer”.

Quanto ao anonimato, Taveira diz até entender alguns casos: “São Brás é um meio pequeno, toda a gente se conhece, e dar o nome às vezes é difícil, porque toda a gente acaba por depender, a dada altura, do poder autárquico. O blog mostra o que se passa, fora do circuito dos jornais locais, e eu sou a favor da sua existência”, refere.

Sobre o processo na PJ, Rui Taveira garante: “Não estou preocupado”.

No blog encontram-se, aliás, vários comentários a saudar a existência de um espaço de liberdade, de uma voz activa, mas há também quem refira que a democracia não dá azo a que se use o anonimato para “achincalhar” os outros.

Terá sido esse o entendimento de António Eusébio, que resolveu agir para tentar pôr cobro às supostas “calúnias”. Por enquanto, sem efeito. O blog continua vivo, em:

http://sbras.blogspot.com/2007/01/sbrasblog-sob-investigao.html.



Etiquetas:

Passeio pela Rota do Caldeirão

A Secção Desportiva dos Bombeiros Voluntários de São Brás de Alportel vai organizar, nos próximos dias 27 e 28, o I Passeio TT - Rota do Caldeirão.

As receitas da iniciativa revertem para a aquisição de uma nova viatura de combate a incêndios florestais, para substituição da viatura acidentada no último Verão.

As inscrições estão abertas naquela corporação, podendo os interessados em mais informações contactar os números 969542061 e 919082905.

Etiquetas:

23 janeiro 2007

CCD ganha novo espaço

espaço para construção de Creche

O Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores da Câmara Municipal e Junta de Freguesia (CCD) a fim de instruir uma candidatura ao Programa PARES (Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais), solicitou à Câmara Municipal a cedência de um terreno, a titulo gratuito, para a construção de uma creche com capacidade para acolher sessenta crianças.

Dado o interesse municipal a Câmara Municipal deliberou conceder o direito de superfície, pelo período de 50 anos renováveis sucessivamente por iguais períodos de tempo ao CCD, o prédio urbano situado na campina, propriedade da Câmara Municipal, com a área de 2454 m2 pelo valor simbólico de 245,42 €uros.


Programa PARES
Segurança social aposta em creches

Segunda fase do programa PARES prevê perto de 25 milhões de euros para investimento na criação de apoios à primeira infância.

O plafond de 25 milhões de euros, destinado à criação prioritária de lugares em creche, abrange cerca de metade da verba total disponibilizada na segunda fase do programa PARES, promovido pela Segurança Social, que ronda os 50 milhões de euros.

De acordo com a Segurança Social, “o alargamento da rede de equipamentos sociais é considerado um factor determinante do bem-estar e da melhoria das condições de vida, e daí a aposta no Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais (PARES) e na criação de novos lugares em respostas sociais destinadas às crianças, facilitando a conciliação da vida familiar com a vida profissional”, afirma a entidade, em comunicado.

De acordo com a Segurança Social, nesta fase, “são considerados prioritários os projectos candidatos à resposta social creche, favorecendo as candidaturas a creche ou as candidaturas a respostas sociais elegíveis na área de idosos que incluam a criação de novos lugares em creche”. São também consideradas prioritárias as candidaturas elegíveis na área da deficiência que visem a criação de lugares em residência autónoma.

Na 1ª fase do PARES, foram aprovadas 12 candidaturas na região do Algarve, correspondentes a 14 novas respostas sociais, com a criação de 659 lugares e de 216 postos de trabalho, beneficiando de uma comparticipação pública de 3,4 Milhões de Euros, o correspondente a 6,8 Milhões de Euros de investimento elegível.

A próxima fase do PARES decorrerá em estreita parceira com as autarquias locais do Algarve, sendo que o processo de apresentação, avaliação e selecção de candidaturas decorrerá on-line no sítio da Internet do sistema de Segurança Social

Etiquetas:

Sotavento Algarvio

Apresenta vídeo promocional na BTL

O Sotavento Algarvio volta a marcar presença na Bolsa de Turismo de Lisboa – BTL, o mais importante certame da indústria turística nacional que este ano decorre entre os dias 24 e 28 de Janeiro, no recinto da Feira Internacional de Lisboa – FIL, no Parque das Nações.

Este ano a Associação Sotavento Algarvio apresenta duas novidades na BTL, um stand totalmente renovado e um novo vídeo promocional.

Este stand não só apresenta uma oferta claramente definida, transmitindo a imagem de uma sub-região detentora de recursos atractivos para o visitante, como também promove o Sotavento como o novo destino turístico de férias no Algarve.

A imagem do stand apela às emoções que podem ser vividas no Sotavento Algarvio, fazer praia, jogar golfe, conhecer as tradições, fechar negócios, estar no campo e ir à aventura, funcionando como uma espécie de roteiro dos sentidos, que atravessa todo o Sotavento, de forma natural e espontânea.

Para além do novo stand a ASA vai também apresentar o seu novo vídeo promocional que abrange os seis concelhos do Sotavento – São Brás de Alportel, Olhão, Tavira, Vila Real de Sto. António, Castro Marim e Alcoutim -, mostrando de igual forma as valências que este destino oferece ao nível das infra-estruturas turísticas, produtos, serviços, entre outros.

O novo vídeo promocional será apresentado no próximo dia 24 de Janeiro, no stand do Sotavento Algarvio (1D09), localizado no Pavilhão 1 da FIL (junto ao stand da Região de Turismo do Algarve), imediatamente após a inauguração da feira.
Durante o certame os visitantes que passarem pelo stand da ASA terão oportunidade de degustar a doçaria regional do Sotavento.

Etiquetas:

22 janeiro 2007

Blogs regionais

como espaços de cidadania e participação

Como em muitas outras áreas, a nível regional e local têm surgido iniciativas interessantes da utilização de blogs. Analisar a utilização destas ferramentas no contexto regional é o principal objectivo deste trabalho. Em muitos casos os blogs assumem-se como espaços de cidadania e participação cívica, difíceis de alcançar em qualquer outro meio. Há também aqueles que encontraram nesta ferramenta, a forma ideal de promover a sua terra, apontando o que de melhor e pior existe. Quais os principais objectivos dos autores destes espaços? Qual o impacto dos blogs regionais? Que resultados conseguem efectivamente alcançar? Estas são algumas das questões para as quais tentámos encontrar respostas, de forma a melhor compreender este fenómeno comunicacional.

Catarina Rodrigues

(leia aqui o trabalho completo de Catarina Rodrigues)

Etiquetas:

21 janeiro 2007

Jazz Club - Cristina Afonso & Banda


No Museu Etnográfico do Trajo Algarvio em São Brás de Alportel há jazz com Cristina Afonso e a sua banda. Cristina Afonso (voz e piano), Clive Pracy ( bateria e percussão), James Mellor (piano e teclados), Luuk Meulema (guitarra e voz), Dave Gausden (contrabaixo e baixo eléctrico) tocam dia 21 de Janeiro às 18h00.

Etiquetas:

Freeride Fun Festival na Fonte Férrea



O Freeride Fun Festival vai se realizar em São Brás de Alportel mais propriamente na fonte de Férrea è da organização da Xcompany que e a representante da Guak em Portugal.

O evento será tipo enduro seis descidas diferentes, 3 de manha outras 3 de tarde (descidas curtas mas técnicas e divertidas) as subidas feitas de bicicleta.O valor da inscrição é de 15 euros com direito a almoço e saco de brindes (t-shirt, barra energética...)

Todo o dinheiro arrecadado pela prova será doado aos Bombeiros de São Brás de Alportel. Será uma boa oportunidade de conhecer São Brás que em Março recebe a 1ºprova da taça.

As inscrições podem ser feitas em www.xcompany.com.pt ou no quartel de bombeiros de São Brás (Ruben Pacheco 9695420619).

Etiquetas: ,

20 janeiro 2007

Onda de Assaltos

Continua a afligir S. Brás de Alportel

Desta feita é da zona dos Machados que nos chega relatos de assaltos a residências. Desde do início do ano já foram assaltadas cerca de uma dezena de moradias nas zonas mais isoladas do sítio dos Machados. A insegurança de pessoas e bens é agora uma preocupação para os moradores das zonas isoladas do Concelho de São Brás de Alportel.

Etiquetas:

Assaltos Violentos em S. Brás


Will these attacks ever stop?

in: The Resident

«Fomos assaltados há cinco semanas atrás. Às 7 horas da manhã, de uma Quarta-feira, as portas do nosso pátio estavam fechadas, mas não trancadas, quando dois homens com aparência da Europa do leste invadiram a casa e atacaram o meu marido com um «pé de cabra», o que deu origem a um braço partido e outros ferimentos. Depois disso o meu marido foi amarrado.
Eu escapei com um olho negro e alguns hematomas. Roubaram jóias e uma elevada soma em dinheiro.

Os nossos vizinhos passaram pelo mesmo durante um assalto à casa deles na semana antes do Natal, no mesmo dia, quarta feira, quase à mesma hora em que fomos assaltados. Desta vez, no assalto à casa do meu vizinho, eram quatro assaltantes e o grau de violência aumentou.
A polícia pensa que ambos os assaltos foram obra do mesmo grupo. Eu só consigo pensar que se os meus vizinhos tivessem sido avisados, talvez pela polícia, daquilo que nos tinha acontecido eles estariam prevenidos e em alerta.

Desde este assalto tenho colocado cartazes de aviso nas lojas locais e caixas de correio.
Ninguém consegue imaginar o terror por que passamos, e que continuamos a passar até este gang de pessoas violentas ser apanhado.
Por favor, tenham todos extra cuidado e mantenham as portas e as janelas trancadas. Nós vivemos na área de S.Brás de Alportel, mas a policia acredita que qualquer parte do Algarve pode ser um alvo.»

Etiquetas:

Admissão Pessoal - Vigilante

A Câmara Municipal publicou no passado dia 18 de Janeiro Aviso para a contratação de:

1 Vigilante de Parques e Jardins
(CLICA AQUI PARA VER AVISO)

O contrato com a duração de 6 meses com garantia de renovação para mais seis meses e a renumeração é de 418,24 € mensais. As candidaturas devem ser apresentadas até quarta-feira dia24 de Janeiro.

Etiquetas:

19 janeiro 2007

Loulé debate Orçamento Participativo

Presidente da Câmara de S. Brás convidado para palestra

O Rotary Clube de Loulé promoveu, no dia 15 de Janeiro, no Tivoli Marinotel em Vilamoura, uma palestra sobre o Orçamento Participativo em Municípios, para a qual foi convidado o presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, António Eusébio.

António Eusébio iniciou a sua palestra com a apresentação do seu município, enfatizando a acentuada tendência de crescimento demográfico. Esclareceu ainda que o orçamento participativo foi desenvolvido com base na estrutura existente do “São Brás Solidário” que incorpora diversos representantes locais.

O Orçamento Participativo inclui apenas despesas de investimento, ou seja, verbas destinadas por exemplo a obras. Pressupõe uma ampla, activa participação e responsabilização da população através de sessões públicas realizadas nos aglomerados urbanos mais relevantes do concelho.

São estabelecidas prioridades e compromissos nas obras a realizar, tendo em consideração a perspectiva global do concelho e o valor limite estabelecido para o orçamento do município. Tal facto eleva a responsabilidade do Executivo Municipal no compromisso anual na execução de obras que são conhecidas e acordadas pela população. Tal facto pressupõe a existência de uma carteira de projectos prontos a executar e uma dinâmica, disponibilidade e compromisso de toda a estrutura organizativa do município.

O Orçamento participativo foi implementado em municípios como Palmela, em Portugal, S. Paulo (Brasil), Sevilha (Espanha) e Milão (Itália). Verifica-se que a dimensão do município é uma variável que apenas influencia a metodologia da sua implementação.

Rotary Clube em S. Brás?...

No final da reunião o companheiro Palaré exortou o presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel a apoiar a dinamização e formação de um clube rotário naquele concelho, proposta que foi acolhida favoravelmente pelo edil.

Etiquetas:

18 janeiro 2007

Deixem a União trabalhar!

Eduardo Santos, in: "O Sambrasense"

De desporto falamos. Da Acta que também se chama Protocolo (ver aqui). Aquela em que os clubes se comprometem a respeitar o espaço de cada um. O que é um facto é que durante o período em que a União Sambrasense nunca prevaricou e foi sempre prejudicada, a acta esteve desaparecida! Agora surge no seu máximo esplendor porque a União decidiu dizer basta e recuperar as actividades que são suas por direito, defendidas estatutariamente e perdidas porque alguém decidiu abandoná-las! Proteccionismo e anti-democracia nos dias de hoje? Porque miúdos gostam de jogar futebol? E que tal se cada um de nós se preocupasse primeiro em arrumar a sua própria casa e só depois opinasse sobre casa alheia? E que tal se, de manhã ao levantar, cada um de nós se penteasse por dentro, para tentar agitar as ideias…

Deixem a União Trabalhar!

Etiquetas:

10% dos habitantes

de S. Brás de Alportel
são deficientes?



Os dados são do INE e provêem do Censos 2001. Os inquéritos dos Censos 2001 foram levados a cabo com a colaboração das Autarquias, que em muitos casos tiveram que recorrer à contratação de pessoal para a realização destes. São Brás de Alportel não foi excepção e a recolha dos dados, feita através do preenchimento de inquéritos fornecidos pelo INE, foi efectuado por jovens, contratados pela Câmara Municipal, e foi supervisionado pela então vice-presidente da Autarquia, Nidia Amaro.

Os Censos 2001 concluíram que o concelho tinha mais de 10.000 habitantes e destes pouco mais de 1000 (cerca de 10% dos habitantes) padeciam de um qualquer tipo de deficiência...

Perante estes numeros aqui fica a pergunta... Onde anda esta malta toda?


Números que ajudam!....

Em 2006, estes dados estatísticos foram fundamentais à escolha feita pelo SNRIPD - Secretariado Nacional de Reabilitação e Integração das Pessoas com Deficiências), em instalar em S. Brás de Alportel o Serviço de Informação e Mediação para Pessoas com Deficiência, o primeiro no Algarve e o sétimo dos dezoito Postos que o SNRIPD vai instalar em todo o País.


Etiquetas:

Sbras.Blog sob investigação


"Crime contra a Nação"?...

O Presidente da Câmara Municipal de S. Brás de Alportel, António Eusébio, apresentou queixa junto ao Director Nacional da Policia Judiciária contra o(s) autor(es) da pagina da Internet http://sbras.blogspot.com vulgarmente conhecida pelo BLOG DE S.BRÁS.

A queixa de injúrias e difamação apresentada por António Eusébio contra o BLOG, por ter sido efectuada na qualidade de Presidente de Câmara reveste-se com a forma agravada, porque poderá constituir um “crime contra a nação”. Facto este que determinou o envolvimento da Policia Judiciária nas investigações em curso.

António Eusébio queixa-se de "uso indevido" da sua imagem, apresentada sob a forma de uma foto montagem (ver aqui) em que, sentado à secretária a sua “cabeça” é apresentada entre as pernas de uma senhora, com o título “a trabalhar para a nação”. O Presidente da Câmara Municipal alega além de não lhe ter sido solicitada autorização para o uso da sua imagem, a foto montagem em causa constitui uma ofensa ao seu bom-nome.

Alegado autor
Já está identificado

Na sequência das investigações da Policia Judiciária, já foi identificado o alegado autor do BLOG DE S.BRÁS.

Rui Taveira da Silva, autarca do concelho, representante da Coligação PCP/Verdes na Assembleia de Freguesia, vogal da Junta de Freguesia no anterior mandato é o alegado autor da pagina da Internet que tantas “dores de cabeça” tem dado à maioria socialista que rege os destinos do concelho de S. Brás de Alportel.

No dia 10 de Janeiro, na sequência da investigação em curso a residência de Rui Taveira terá sido alvo de um mandado de busca e apreensão de material informático que resultou na apreensão de um computador pessoal.

Contactado o alegado autor do sbras.blog, Rui Taveira não quis prestar quaisquer declarações, justificando que a «investigação ainda decorre, estando por isso abrangida pelo segredo de justiça» no entanto confirmou «ter sido ouvido pela policia judiciária nesse dia» .

Oficialmente não são conhecidos os resultados da investigação em curso uma vez que o processo ainda se encontra ao abrigo do segredo de justiça, o sbras.blog aguarda mais desenvolvimentos sobre esta matéria, que parece estar a tomar proporções de desaguisado politico-partidário.

Etiquetas:

17 janeiro 2007

Centro Museológico do Alportel

“Cortiça” inaugura ciclo de exposições do Centro Museológico do Alportel

O Centro Museológico do Alportel inaugura, no próximo dia 19 de Janeiro, pelas 17:00 horas, o seu ciclo de exposições com o tema da cortiça, a nobre matéria-prima, cuja história se confunde com a história do concelho de São Brás de Alportel.

A exposição de fotografia “Cortiça”, de autoria de Pedro Barros, vai estar patente no Centro Museológico do Alportel, um espaço concebido para a divulgação e valorização da história e do património local.

Numa sequência de 10 imagens, Pedro Barros apresenta o ciclo da cortiça, desde a plantação dos sobreiros ao fabrico de um objecto final em cortiça, passando pela extracção, cozedura e trabalho manual da cortiça, captando com a sua objectiva a essência da Serra do caldeirão e das suas gentes.

“Um conjunto de trabalhos que pretende registar pequenos fragmentos de história, que mostram a importância e o trabalho que envolve o processo de tirar e trabalhar a cortiça”, menciona o Município, em comunicado.

Localizado no núcleo urbano de Alportel, o novo Centro Museológico é um espaço dinamizado em parceria com a Sociedade Recreativa Alportelense e com a colaboração do Museu do Trajo.

O ciclo da cortiça pode ser visitado de terça-feira a domingo, das 14:00 às 17:00 horas.

Etiquetas:

16 janeiro 2007

“Despenalização do Aborto”

O Partido Social Democrata promove:
Tertúlia sobre a “Despenalização do Aborto”,
Quarta feira dia 17 de Janeiro às 21 horas,
Restaurante/Bar “Irish Sea”.

Pelo Não
Dr. Galante – Advogado, Dra. Boavida – Médico.

Pelo Sim
Dr. Renato – Médico, Dr. Ramirez – Advogado.

Etiquetas:

13 janeiro 2007

Jovens de São Brás expõem na CCDR


Até segunda-feira (15/01) encontram-se expostos, no Centro de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve, em Faro, trabalhos realizados pelos alunos da Escola EB 2 3 Poeta Bernardo Passos, de São Brás de Alportel, no âmbito do projecto Carta da Terra.

O Projecto Carta da Terra – Instrumento de Sustentabilidade é desenvolvido pela Associação Portuguesa de Educação Ambiental, no âmbito da Década das Nações Unidas da Educação para o Desenvolvimento Sustentável, que corresponde ao período 2005–2014.

O objectivo principal consiste na integração dos princípios do desenvolvimento sustentável em iniciativas e actividades pedagógicas, visando a construção de uma sociedade justa, pacífica e sustentável.

Neste âmbito, estes alunos são-brasenses do 7º e 8º anos, realizaram um conjunto de painéis que focam quatro temáticas distintas:
a floresta e os incêndios florestais;
a qualidade do ar, poluição e poupança de água;
o tabagismo;
e a discriminação racial.

Além da exposição de painéis, os jovens prepararam ainda um jogo de cultura geral sobre as características das árvores da região de São Brás de Alportel.

Etiquetas:

12 janeiro 2007

Chaveca & Janeira festeja 50 anos

Chaveca & Janeira, desde 1957 no comércio, serviço e distribuição de pneus, tem acompanhado as novas tecnologias para responder às necessidades dos seus clientes.

O pai de Rui Chaveca fundou a empresa Chaveca & Janeira em 1957, em São Brás de Alportel, dedicando-se, numa primeira fase, à recauchutagem de pneus, e só nos anos 80, avançou para a comercialização dos pneus.

Este ano, a empresa festeja as suas Bodas de Ouro – 50 anos de existência, continuando a servir os seus clientes, «numa linha que lhes possa dar muita segurança», como declarou ao jornal «barlavento» Rui Chaveca.

«O cliente deve sair das nossas casas, como se estivesse a levantar-se de um sofá», acrescenta Rui Chaveca, para quem «trabalhar com qualidade» é um lema imposto aos cerca de 50 colaboradores que estão na empresa, e que, este ano, numa política de relações humanas de maior proximidade entre trabalhadores e administradores, festejaram o Natal numa festa convívio.

Além das instalações de São Brás de Alportel, a casa mãe, Chaveca & Janeira abriu instalações em Faro, porque «alguns dos seus clientes e os contratos que mantínhamos com empresas» eram oriundos dessa zona, o que levou a concluir existirem condições para a abertura de mais uma oficina naquele concelho.

Em 2005, avaliando o mercado algarvio, a praça que mostrava mais potencialidades era Portimão, e Chaveca & Janeira comprou uma empresa já existente, mudou-lhe o nome, deu-lhe nova dinâmica e aí está, na zona da Pedra Mourinha, a crescer com todas as potencialidades e respostas para o mercado automóvel no sector dos pneus, alinhamento de direcção, calços para travões, mudança de óleos e outros serviços.

Os seus trabalhadores têm preparação e conhecimentos técnicos obtidos através de horas de formação e aprendizagem em Lisboa e Espanha, por exemplo, para rentabilizarem a aplicação dos novos equipamentos, ao mesmo tempo que actualizam os seus conhecimentos nesta área.

Rui Chaveca faz questão de frisar que a sua empresa está certificada pela Michelin, «uma certificação específica no nosso ramo», o que foi obtido através de uma gestão com objectivos e metas a atingir, tendo-lhes sido atribuída a classificação de 85 por cento.

«2006 foi um ano record, pois as nossas vendas de 65 mil pneus por ano não baixaram, o que permitiu, com a venda de outros serviços, fidelizar os clientes e facturar cerca de 5 milhões de euros», disse.

Rui Chaveca, administrador de uma empresa familiar, analisa os dois últimos anos como os de estabilização, prevendo que 2007 «vai ser melhor que os anteriores», porque a empresa trabalha muito a nível dos preços.

Acompanhando os tempos de modernidade, não só no sector automóvel, onde os seus trabalhadores estão credenciados para prestarem os serviços que realizam, a Chaveca & Janeira vai criar uma página na internet onde os seus clientes, de qualquer ponto do país, podem fazer a aquisição dos pneus e instalá-los onde o desejarem, o que permite mais comodidade ao cliente, que não terá que se deslocar às instalações do Algarve.

Quanto ao futuro, Rui Chaveca quer abrir, «dentro de dois a três anos, mais dois novos postos com a marca Chaveca & Janeira no Algarve. Porque há pessoas a deslocarem-se aos nossos centros, com alguma perda de tempo, e a proximidade não só dá mais comodidade ao cliente, como passamos a ocupar espaços que estão por cobrir».

Uma das novidades que a empresa conta já apresentar neste Verão é o apoio técnico ao fornecimento de ar condicionado aos automóveis, não só a nível de montagem, como de assistência.

«Temos subido um degrau todos os anos, e contamos, em 2007, com a nossa experiência e a qualidade dos nossos serviços, manter-nos no topo e não sentirmos a crise», finalizou.


Etiquetas:

11 janeiro 2007

Acamados sem lugar no Centro de Saúde

Doação de beneméritos em causa

Doentes internados no Centro de Saúde (CS) de São Brás de Alportel, a maioria idosos, estão a receber ordem para abandonar a unidade de internamento, não havendo admissão de mais utentes naquele serviço. A medida está a revoltar a população, já que aquela infra-estrutura foi construída, integralmente, com bens doados por beneméritos – José Lourenço Viegas e a mulher, Leonor – que quiseram salvaguardar a velhice dos conterrâneos através da construção da obra.

Inaugurada pelo então Presidente da República, Américo Tomás, que se deslocou pela primeira vez a São Brás de Alportel no dia 8 de Novembro de 1966, para a sua abertura oficial, a unidade de saúde enfrentou depois várias vicissitudes, tendo sido entregue à Santa Casa da Misericórdia. Mais tarde, a instituição arrendou, através de um protocolo, as instalações por uma verba de cerca de três mil euros, à Administração Regional de Saúde do Algarve.

Os familiares dos doentes que estão a receber a ordem de saída, alguns deles com carácter urgente, não aceitam a decisão e protestam ainda contra o facto de terem sido informados em cima da hora, o que os impediu de encontrar uma resolução definitiva para o problema.

Uma fonte do CS considera “normal” que os doentes, após terem alta, deixem as instalações, embora reconheça que “alguns, em regime de internamento social, estão na unidade há mais de cinco anos”.

António Eusébio, presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, afirmou ao CM já ter sido contactado pelos familiares de doentes acamados que tiveram alta, mostrando o seu descontentamento.

O edil diz “estar na expectativa” tendo em conta que “o ambulatório do CS está em reestruturação”. António Eusébio sublinha que o Serviço de Atendimento Permanente encerrou no dia 1 de Janeiro, havendo a promessa de que passará a ter, no futuro, um funcionamento semelhante ao das Unidades de Saúde Familiar.

ADMINISTRAÇÃO REJEITA QUEIXAS

O presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve, Rui Lourenço, refuta as acusações dos utentes e familiares visados pela medida aplicada no Centro de Saúde de São Brás de Alportel, afirmando que “o serviço de internamento daquela unidade continua a ter dez doentes acamados”.

O responsável garante que o problema “é as pessoas quererem ter internamentos sociais, o que não é comportável com os serviços prestados por um centro de saúde”. Quanto ao argumento de que a infra-estrutura foi doada à comunidade local, Rui Lourenço afirma que “aquele Centro de Saúde não foi alugado pela ARS Algarve à Misericórdia de São Brás de Alportel para fins sociais mas integrado no Serviço Nacional de Saúde”.

DEPOIMENTOS

"O MEU SOGRO FOI MORRER A CASA"
(ILÍDIO VIEGAS, 53 ANOS, COMERCIANTE)


“O meu sogro, de 89 anos, teve alta do Hospital de Faro no dia 14 de Dezembro, após ter sido operado a um cancro, e morreu no dia 28. No dia seguinte à alta tentei interná-lo no Centro de Saúde de São Brás, o que foi recusado. Alegaram não haver vagas. Tive de levá-lo para casa, sem condições para o tratar. Esteve a sofrer, sem qualquer qualidade de vida, pois não tínhamos conhecimentos para atenuar as suas dores.”

"UMA HORA PARA A MINHA SOGRA SAIR"
(MARIA JOANA COSTA, 61 ANOS, COSTUREIRA)

“A minha sogra, de 89 anos, partiu uma perna em Maio e, quando teve alta do Hospital de Faro, ficou internada no Centro de Saúde de São Brás de Alportel. Na semana passada avisaram-me que tinha uma hora para ir buscá-la. Não tenho condições para a ter em casa, pois moro num 3.º andar. Tive de levá-la para um lar particular a pagar 1165 euros e a sua reforma é de 400 euros. Não foi para isso que os beneméritos construíram aquelas instalações.”

Teixeira Marques, in Correio da Manhã.

Etiquetas:

09 janeiro 2007

Resultado Concurso Biblioteca Municipal

Os Resultados do Concurso Externo de Ingresso para admissão de 1 estagiário na carreira técnica superior (línguas e literaturas modernas) para a Biblioteca Municipal de S. Brás de Alportel já são conhecidos.

Em resultado do “extremo interesse” que tem tido este concurso aqui fica ipsis verbis a folha de classificação, apesar desta não surpreender ninguém (ver aqui):

Candidatos a aprovar:

1ª. Classificada: Olga Isabel Pereira Gago - 15.05 Valores;

2ª. Classificada: Sandra Cristina de Jesus Boto - 13.35 Valores;

Candidatos excluídos:

a) - Por não terem aparecido à prova escrita de conhecimentos:

…15 candidatos…

b) - Por terem obtido classificação inferior a 9.5 valores:

Joana dos Santos Coelho Pinto - 7.80

Susana dos Santos Guerreiro - 7.70

Cláudia Sofia Franco Sequeira - 5.50

Paulo Roberto Nóbrega Serra - 5.05

Célia Filipa Matos Ferreira - 3.80

Carlos Filipe Gomes Sousa - 3.75

Cláudia Susana Leitão Mendes - 3.70

Sónia Isabel Dinis dos Santos - 3.65

Susana Isabel Pacheco Martins - 2.75

Maria da Nazaré Passarinho Maçôas - 2.25

Elsa Dias da Costa Lopes - 2.20

Etiquetas:

08 janeiro 2007

Novo relvado sintético

Vem aí o Campo Relvado!!!

Segundo Laurentino Dias, o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, um grupo de trabalho nomeado pelo Instituto de Desporto de Portugal (IDP) para a Medida 2 - "O Primeiro Relvado" já está a analisar "cerca de 30 candidaturas".

Entre essas, encontram-se quatro dos municípios algarvios que ainda não dispõem de relvado, Alcoutim, Castro Marim, Aljezur e S. Brás de Alportel.

O projecto visa apoiar a construção e instalação de sintéticos nos municípios que ainda não dispunham de um relvado. De um custo de 350 mil euros para cada relvado, o Governo comparticipa com 262 mil euros.

De acordo com o governante, a adjudicação do primeiro conjunto de candidaturas deverá avançar num período não superior a um mês. "Temos um primeiro conjunto interessante de cerca de uma dúzia de municípios. Creio que não demorará um mês até estar despachada a primeira selecção de candidaturas", disse. Neste primeiro conjunto é certo que estará S. Brás de Alportel.

Etiquetas:

05 janeiro 2007

Charolas 2007

Dia 6 de Janeiro – Dia de Reis
Espectáculo pelas Charolas do Concelho

Junto ao Mercado Municipal

10h00 – Actuação do Grupo “Searas do Monte”

10h45 – Actuação da Charola dos Machados

10h00 – Actuação da Charola da Mesquita

Corotelo – Café Guerreiro

15h00 – Actuação do Grupo “Searas do Monte”

Alportel – Centro Museológico

10h00 – Actuação do Grupo “Searas do Monte”

Cine-Teatro S. Brás

21h00 – 24.º Encontro de Charolas

- Charola do Grupo Desportivo e Cultural de Machados
- As Searas do Monte (S. Brás de Alportel)
- Charola dos Cavacos
- Charola do Clube Desportivo Águias da Mesquita
- Charola Feminina Aldeia Branca de Estoi
- Charola Mocidade União Bordeirense
- Charola da Junta de Freguesia de Vila Nova de Cacela
- Grupo de Charolas da Casa do Povo de Conceição de Faro



Etiquetas:

Farense Vs Machados

De volta ao campeonato após a pausa festiva, eis que recomeça o campeonato da 2ª distrital com o prato forte a opôr os dois primeiros classificados. O Farense não perde pontos desde a 2ª jornada, já o Machados tenta manter o 2º posto que lhe dará o acesso à 1ª divisão. Tem tudo para ser um jogo bem disputado e díficil para ambos os conjuntos. O jogo será arbitrado por Paulo Silva e terá lugar no Estádio Algarve no próximo Sábado pelas 15 horas.

Etiquetas:

04 janeiro 2007

Iluminação de Natal

Algarve gasta 1,2 milhões de euros

Até ao final desta semana, as ruas e os principais monumentos e edifícios da região continuarão a ser iluminados por milhões de lâmpadas coloridas para assinalar esta quadra festiva. Desde as grandes cidades do litoral às povoações rurais do interior, praticamente todas as localidades algarvias estão iluminadas.

Segundo informações recolhidas junto de nove autarquias, o montante gasto em iluminação de Natal (que se estende desde o início de Dezembro até ao fim da primeira semana do novo ano, pelo menos) bateu todos os recordes.

O Jornal do Algarve fez as contas e concluiu que foram gastos mais de 1,2 milhões de euros em iluminação. Os concelhos de Albufeira e Loulé, com 200 mil euros de investimento cada um, são as que lideram a lista. Seguem-se os municípios de Lagos (187 mil euros), Portimão (178 mil euros), Faro e Vila Real de Santo António (150 mil euros cada).

De acordo com as informações recolhidas junto destes nove municípios, os menos gastadores em iluminação de Natal foram as autarquias de Castro Marim (25 mil euros) e Tavira (40 mil euros). De fora destas contas ficaram os concelhos de Aljezur, Vila do Bispo, Monchique, Lagoa, Silves, S. Brás de Alportel e Alcoutim.

Ou seja, o montante investido em iluminação na região do Algarve é certamente superior aos 1,2 milhões de euros

Etiquetas:

03 janeiro 2007

PIDDAC - 2007

PIDDAC INICIAL 2007 - REGIONALIZAÇÃO

SÃO BRÁS DE ALPORTEL -
TOTAL = 745 312 €uros




PROJECTOS/SUBPROJECTOS:

CÂMARA MUNICIPAL
(MOPTC - GEP - 2007 - 2010)
EN2 S. Brás de Alportel - Nó Faro (VIS) = 620 312€.

INTERVENÇÕES NO CONCELHO DE S. BRÁS DE ALPORTEL

(MIN. EDUCAÇÃO - DREALG - 1998 - 2007)
CONSERVAÇÃO E REMODELAÇÃO DO PARQUE ESCOLAR DA REGIÃO ALGARVE = 125 000 €.


(ver PIDDAC 2007 completo aqui)
(ver PIDDAC 2006 aqui)

Etiquetas:

02 janeiro 2007

Grande Entrevista - António Eusébio

Precisamente na data em que António Eusébio celebra um ano, no segundo mandato, à frente dos destinos de S. Brás de Alportel, o edil fala-nos do seu concelho, do crescimento, e dos projectos futuros porque “S. Brás está na moda e dá gosto viver aqui”.

A trabalhar já no segundo mandato, na Câmara Municipal, e um ano após as eleições que o colocaram, com maioria absoluta, à frente dos destinos de S. Brás de Alportel, António Eusébio apresenta-se motivado para os restantes três que tem pela frente: “É um desafio interessante ter começado há cinco anos atrás a trabalhar num concelho que tem vindo a crescer, demograficamente, sempre na ordem dos 3,5 aos 3,9 por cento ao ano, o que implica uma atenção especial para os nossos munícipes sobretudo nas áreas da solidariedade, da educação, das vias de comunicação e do ambiente, para responder às necessidades de uma população crescente e assegurar a qualidade de vida que desejamos”.


Já no segundo mandato de trabalho, o presidente da Câmara mostra-se satisfeito: “A maioria absoluta nas últimas eleições foi a melhor resposta que a população nos podia dar, demonstrativa da confiança no trabalho que realizamos. Todos os dias trabalhamos, lutando contra dificuldades e barreiras difíceis de transpor, em prol da sustentabilidade deste crescimento. Com muito trabalho e esforço, os resultados têm sido muito positivos para São Brás de Alportel, o que nos dá muita satisfação”.


S. Brás de Alportel é um concelho pequeno, localizado entre o barrocal e a serra, composto por uma única freguesia, e “embora não tenhamos recursos para realizar todas as obras e todos os projectos que desejaríamos, e para responder a todos os anseios dos nossos munícipes, com um planeamento rigoroso, com uma gestão cuidada e atenta, vamos realizando um trabalho que pensamos ser do agrado das pessoas e que nos vai dando esta vontade de continuar a trabalhar pelo concelho”.


Em pleno interior algarvio, “entre o mar e a serra”, António Eusébio realça a necessidade de “ser inovador, para responder a um desenvolvimento diferente de um desenvolvimento do Litoral e fazer com que as pessoas que vêm viver para S. Brás de Alportel tenham mais qualidade de vida, numa aposta no ambiente, na educação, no ordenamento urbano”. Daí, por exemplo, a aposta na educação: “Temos um parque escolar lindíssimo, que é um dos melhores do Algarve e seguramente do país, onde conseguimos integrar este ano, todos os alunos não só do 1º ciclo mas também do pré-escolar”.

O turismo e a Capital Histórica da Cortiça

S. Brás de Alportel é a Capital Histórica da Cortiça precisamente porque nasceu, cresceu e desenvolveu-se devido à cortiça: “Em 1914 era das freguesias mais ricas do concelho de Faro e precisamente pela sua dimensão económica, destaca-se e forma um concelho autónomo”. Nesta altura, existiam no concelho mais de duas centenas de empresas corticeiras de pequena dimensão, familiares, e quase todo o concelho vivia desta actividade. “Hoje a situação alterou-se, mas mesmo assim, o sector corticeiro é o segundo maior empregador do concelho, há empresas que se desenvolveram e que têm já uma dimensão razoável”. Neste momento, existem cerca de dez empresas tecnologicamente bem equipadas e que fazem preparação da cortiça e também transformação.


Dois terços do concelho são serra, onde existem os sobreiros, local de onde provém “a melhor cortiça do mundo, dadas as suas condições naturais”. Daí a valorização do concelho de S. Brás à volta da cortiça e a criação do projecto «Rota da Cortiça». “É um projecto turístico ambicioso, que está a ser dinamizado pela Associação Rota da Cortiça, no qual participam a Câmara Municipal de S. Brás de Alportel, a Delegação do Algarve e Baixo Alentejo da Associação de Industriais e Exportadores de Cortiça, a Associação de Agricultores do Concelho de S. Brás, a Santa Casa da Misericórdia de S. Brás de Alportel – Museu do Trajo do Algarve, a Associação de Produtores Florestais da Serra do Caldeirão, a Associação IN LOCO e a Região do Turismo do Algarve. O objectivo é promover o desenvolvimento turístico, económico e social dos territórios produtores e ou transformadores de cortiça”.

Desta forma, as pessoas vão poder ver a origem da cortiça - o montado de sobro - no interior da serra algarvia, e depois visitar as indústrias, para acompanhar, através de várias etapas, o seu percurso industrial “desde a cozedura até à transformação, passando pela produção da rolha de cortiça, um dos seus produtos. Poderão também conhecer um pouco da história desta cortiça, no pólo museológico que ficará sedeado no Museu do Trajo ”. Neste momento, a «Rota da Cortiça» aguarda apenas financiamento e aprovação por parte dos fundos comunitários ainda do III Quadro Comunitário de Apoio.


Por outro lado, explica o edil, “depois da ida à serra e do conhecimento da indústria, há também toda uma vertente turística e cultural, em torno desta Rota da Cortiça, que passa pela restauração, não só no centro urbano, mas também no interior, para que haja cada vez mais gente a saborear a nossa gastronomia serrana, um dos tesouros que temos para oferecer no concelho e a doçaria, que hoje vai sendo cada vez mais reconhecida, em certames que a levam à região e ao país. Esta vertente passará também pela visita a outros locais de interesse, como o futuro Centro Explicativo e de Acolhimento da Calçadinha, em torno do ex-libris arqueológico do concelho”.


É pensando na história do concelho e no desenvolvimento do turismo que surge este projecto, e António Eusébio reforça a ideia de que “o turismo de um concelho do interior, como S. Brás de Alportel, tem que ser visto de forma diferente do turismo de sol e praia, sobretudo tem que ser visto de uma forma integrada, englobando várias áreas de oferta turística. Começando, desde logo, pela porta de entrada do turista, com qualidade ambiental e urbana: espaços verdes, zonas pedonais, zonas de estacionamento, sinalética organizada. E por este caminho temos seguido, com muito investimento nestas áreas.

Numa segunda fase, tivemos a preocupação em defender e valorizar o património: a “Calçadinha de S. Brás de Alportel”, antiga via que parece ter origem na época romana, assume-se como o elemento mais valioso e por isso é objecto de todo um projecto de valorização que culmina dentro de poucos meses com a abertura do novo Centro Explicativo. Mas também são alvo de valorização um conjunto de outros elementos do património, desde logo o Centro Histórico, que está ser requalificado, e alguns edifícios de maior interesse. E não nos ficámos pela vila, estamos a valorizar o património rural: as fontes, os poços, com projectos de valorização que requalificam os espaços públicos e ajudam a preservar a memória dos poetas do concelho. Ao mesmo tempo, criámos novos locais de interesse: Miradouros, em locais de vista privilegiada, geopontos, novos parques de merendas e percursos pedestres, que recuperam caminhos antigos e são uma excelente aposta num turismo diferente, assente sobre os valores da história e da natureza”.


Ao nível turístico destaque ainda para o Parque da Fonte Férrea, que foi reabilitada e que é um espaço de grandes potencialidades, à entrada da serra algarvia (a norte de São Brás de Alportel, junto à EN2, Estrada Património) e para os desportos de aventura, sendo o BTT uma aposta importante do município, que pretende acolher em breve um “Bike Park”, devido às condições privilegiadas do concelho para a prática deste desporto.


O presidente da Câmara acredita que só desta forma, “conjugando diversas áreas e promovendo diferentes potencialidades, será possível diferenciar o turismo no interior, fazer com que as pessoas se sintam bem em São Brás de Alportel e recomendem a região a mais visitantes”.

Ascensão do sector corticeiro e futuro


Analisando o sector corticeiro, que está em declínio, o presidente da Câmara sublinha que, para além da seca, dos fogos e da doença dos sobreiros, falta “alguma dinâmica económica, um problema mais vasto, que só pode ser entendido ao nível nacional. Uma das soluções, para revigorar este sector, poderá ser a criação do Pólo Tecnológico da Cortiça, um dos projectos estruturantes, apontado pelo município, aquando da revisão do Plano Regional do Território do Algarve (que está a decorrer), A dinamização das zonas industriais é outra das apostas e a inovação é também essencial, temos até um exemplo no concelho, que é a Pelcor, uma empresa que deu à cortiça um novo horizonte, comercializando produtos em “pele de cortiça”, tendo valorizado a matéria-prima. E é precisa também uma aposta na formação de novos trabalhadores, dando-lhes assim competência para trabalhar num sector que não está nos seus melhores dias”.


Um projecto novo que poderá trazer grandes investimentos para o concelho, mas que tem suscitado algumas dúvidas, por parte da população, e no sector corticeiro, é a implantação de uma unidade de digestão anaeróbia. António Eusébio desvaloriza a questão, afirmando que as dúvidas se devem certamente ao facto de se tratar de uma indústria na área da valorização de resíduos, temática que conduz facilmente a incorrectas interpretações.

Apesar de considerar pertinentes todas as questões que podem ser levantadas, António Eusébio mostra-se convicto que, “depois de esclarecidas as dúvidas, as pessoas compreenderão o que está a ser tratado”. O projecto em causa, de implantação de uma Unidade de Digestão Anaeróbia, fará a transformação de resíduos orgânicos, sobretudo verdes, em composto, com a produção de biogás, “em ambiente fechado (e por isso a designação anaeróbia), o que evita a libertação de odores para o exterior”. Uma outra vantagem que o nosso entrevistado sublinha é o investimento “de mais de três milhões de contos e a criação de mais emprego no concelho, para além da criação de infraestruturas, nos loteamentos industriais, que será mais um factor gerador de dinâmica empresarial”.


Sobre o projecto, a Câmara Municipal apenas se pronunciou sobre a localização e aguarda o evoluir do processo, mas António Eusébio garante que “se existissem algumas dúvidas de que a tecnologia aplicada pudesse criar algum tipo de perigo para o concelho ou para a população, eu era, o primeiro, como presidente de Câmara e munícipe, a não aceitar este investimento no concelho”.


Nos próximo três anos de mandato, António Eusébio pretende “criar novas infraestruturas desportivas, que não existem no concelho, sendo prioritária a construção das Piscinas municipais cobertas”. A Câmara Municipal está neste sentido a desenvolver todos os esforços para que esta obra, de grande valia para o desporto, a qualidade de vida e o desenvolvimento social do município possa ser uma realidade a curto prazo.


Ao nível de acessibilidades viárias, o futuro passa pelo “prolongamento da Circular Norte, para que se feche o anel circundante a S. Brás de Alportel”. Ao nível ambiental, destaque para “uma das maiores obras feitas em S. Brás nesta área e que está a ser concluída, que é a ligação das águas residuais ao Sistema Multimunicipal de Saneamento do Algarve, o que vai permitir desde já encerrar as Estações de Tratamento e eliminar a poluição nas Ribeiras do Alportel e dos Machados”.


Existem também inúmeros projectos ao nível da educação, como “o desenvolvimento de um centro de interpretação ambiental / quinta pedagógica, um centro explicativo da Serra do Caldeirão, a casa da juventude, o centro museológico do Alportel… Todos estes projectos, com obras já concluídas, ou em fase de conclusão, estão à espera de permissão legal para se proceder à contratação de mais pessoal, uma vez que a Lei do Orçamento do Estado para 2006, num dos seus artigos, vem proibir que as autarquias realizem neste ano mais despesa em pessoal do que no ano anterior”. Uma lei que ao que parece não atende à realidade dos municípios e que prejudicou São Brás de Alportel, um município, onde o valor da despesa com pessoal está muito aquém dos limites que são impostos pelo Estado, onde também não se coloca a questão do limite ao endividamento e onde novos serviços e espaços foram criados, para responder às necessidades de uma população em crescimento.

“Isto deve-se ao crescimento do concelho: se estivéssemos a perder população tínhamos menos necessidade de efectuar despesas com pessoal necessariamente. Mas como estamos em franco crescimento, temos inúmeros projectos, em fase de concretização e sem pessoas não podemos pôr os equipamentos em funcionamento”.

in: O Primeiro de Janeiro

Etiquetas:

01 janeiro 2007

Etiquetas:

Creative Commons License

Estado do Tempo, Gralheira, SB Alportel

E-mail

Firefox 2

Firefox 2

Solidariedade

O nosso Clone?
  • Alma-Algarvia
  • (na versão Câmara Municipal)

  • GDC Machados
  • UDR Sambrasense
  • Grátis

    Grátis

    Depósito do Calvin

    Snoopy

    Tiras do Zero

    Locations of visitors to this page

    Firefox 2

    Get Firefox!

    Alternative Browser Alliance

    StopIE.com - Stop Internet Explorer

    Powered by Blogger

    Local Blogs - Blog Top Sites

    ecoestadistica.com