Sbras.Blog - O Jornalismo do Cidadão contra a Ditadura do pensamento único............................Publicação esporádica e ocasional que procura levar aos leitores informação sobre assuntos sociais, culturais, religiosos, políticos, desportivos, escolares, de saúde, de segurança, do património, do ambiente e outros, sobre o concelho de S. Brás de Alportel..................................Independente do poder politico e económico, aqui lê-se nos acontecimentos os sinais do tempo e presta-se atenção aos recantos mais ignorados.................................. Aqui ouve-se os anseios, aspirações ou queixas da população para a divulgação de informações e noticias de carácter não especializado........................................ Pseudo-jornalismo de Intervenção, de Proximidade e de Conveniência na defensa do interesse comum e o prestigio e desenvolvimento do concelho........................................Talvez por isso este seja único blog que a Câmara Municipal de S. Brás de Alportel não permite o acesso!...............................................

31 maio 2007

Etiquetas:

Wrestling Total ao Vivo

Em S.Brás de Alportel dia 11 de Agosto 2007
Na Fonte Férrea, inserido na
15.ª Concentração Motard

Associação Portuguesa de Wrestling


Etiquetas:

Greve Geral do dia 30

mais de 30 escolas fechadas



De acordo com os sindicatos, mais de 30 escolas fecharam. Direcção Regional de Educação aponta para adesão de 20 por cento, mas dentro dos seus próprios funcionários.

Estão encerradas as Escolas 1º CEB/EBI de Mar e Guerra (Faro), Alfarrobeira (Loulé), Clareanes (Loulé), Almargens (Loulé), Nº1 S Brás de Alportel (S Brás), EBI Martinlongo, Luz de Tavira, Santo Estêvão, Cachopo, Patacão, EBI Alcoutim, EBI Corrieira (Albufeira), Nº 1 de Silves, Poço Barreto (Silves), Pedreira (Silves), Odiáxere (Lagos), Espiche (Lagos), Barão S. João (Lagos), Manuel Cabanas (V. N. Cacela), Azinhal (Castro Marim), EBI Ferreiras e EBI Aljezur.

Estão encerradas as Escolas Básicas 2/3 Diamantina Negrão (Albufeira), Dr. José Neves Júnior (Faro), Padre João Coelho Cabanita (Loulé), D. Manuel I (Tavira), D. Paio Peres Correia (Tavira), D. Dinis (Quarteira) e Algoz.

Estão encerradas as Escolas Secundárias de Vila Real de Santo António e Olhão.

Estão encerrados os Jardins de Infância da Quinta do repouso (Olhão), Tavira, Luz de Tavira, Santo Estêvão, Vila Nova de Cacela e Ferreiras.

Dos 130 funcionários da Direcção Regional de Educação (DRE), 22 fizeram greve, de acordo com dados da DRE, numa percentagem de 19,92%. Dos serviços desconcentrados, houve uma adesão à greve de 0%, porque o único funcionário destes serviços decidiu comparecer normalmente ao trabalho, segundo a DRE.

Mario Lino, Observatório Algarve

Etiquetas:

V Torneio Futebol de 7

A Sociedade Recreativa 1º de Janeiro (S. Brás de Alportel) vai realizar nos dias 2 e 3 de Junho o V Torneio de Futebol de 7. Participam, Quarteirense, Esperança de Lagos, Internacional Almancil, Louletano, Lusitano VRSA, Farense, Olhanense e Benfica.

(clica na imagem para ampliar)

Os jogos têm lugar no polidesportivo Municipal em S. Brás de Alportel.

Etiquetas: ,

30 maio 2007

«Como conquistar uma Câmara»


A convite do PSD/SBA o Presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Sto. António veio a S. Brás de Alportel explicar como se conquista uma Câmara.

Num jantar colóquio que teve lugar no passado dia 11 de Maio no Restaurante Vila Velha, Luís Gomes deu uma palestra intitulada «Como conquistar uma Câmara».

Gonçalo Mesquita, líder do PSD local deu inicio à palestra com duras criticas à gestão socialista do concelho. Uma a uma, Mesquita foi apontando as promessas não cumpridas, acusando o PS de fazer uma gestão de populista e fantasiosa alicerçada num exacerbado culto da personalidade.

Joaquim Mendonça, o vereador PSD na Câmara Municipal, num discurso mais conservador apelou para a união do PSD local incitando o partido a aproveitar o trabalho de todos os que nos últimos anos tem dado a cara, pondo-se à disposição do partido para o que for necessário.

Luís Gomes assentou a sua palestra na necessidade de nunca desistir e acreditar que nas eleições tudo é possível, dado como exemplo a sua experiência pessoal. Luís Gomes realçou o modo como está a governar, a autarquia de Vila Real de Sto António, (onde a distribuição de mandatos nas passadas eleições obrigou a uma coligação PSD/CDU), e sempre referindo que não era nenhum milagreiro salientou o acreditar e o trabalho como caminho a seguir para atingir objectivos.

Segundo o PSD Local este jantar/colóquio é uma das apostas do PSD para unir e incentivar os seus militantes, porque é bom conhecer exemplos de sucesso, sobretudo quando a conjuntura se apresenta desfavorável. Ouvir uma história de sucesso, pode ser um bom inicio do processo eleitoral para o PSD rumo às próximas eleições autárquicas.

Etiquetas:

RTA edita Guia de Percursos Pedestres

33 percursos para descobrir o Algarve a pé
«Caminhos da Serra São-Brasense» incluídos

São 33 os percursos pedestres pelo Algarve incluídos no guia que a Região de Turismo acaba de lançar. Este guia inclui percursos em toda a região, devidamente acompanhados por mapas, informações sobre a fauna e a flora e outros dados de interesse para os caminhantes.

Há percursos para todos os gostos, idades e níveis de preparação físicas.
Vão desde o curto passeio de 1,2 quilómetros no Parque Municipal das Fontes de Estombar, até aos 20 quilómetros do percurso «Entre vales, fontes e memórias da Serra do Caldeirão», em São Brás de Alportel.

Os passeios propostos dividem-se por cinco grandes zonas do Algarve: Costa Vicentina (três percursos), Litoral Sul (sete), Barrocal (seis), Serra (nove) e Guadiana (oito).

No Barrocal, a lista de propostas começa com o percurso no Parque Municipal do Sítio das Fontes, em Estombar, no concelho de Lagoa (1,2 km, 30 minutos), e prossegue com dois percursos na zona de Paderne (Albufeira): um à volta do Castelo de Paderne (4,5km, 1h30) e outro no Cerro de S. Vicente (11 km, 3h30). O guia propõe ainda passeios na Rocha da Pena (6,4km, 2h00) e na Fonte da Benémola (4,4 km, 1h30), ambos no concelho de Loulé, e ainda os «Caminhos e encruzilhadas de ir à fonte», no concelho de São Brás de Alportel (9km, 3h00).

O Guia de Percursos Pedestres pode ser obtido gratuitamente nos Postos de Turismo.

download gratuito do guia,
(Aqui)


Etiquetas:

29 maio 2007

5.ª Maratona de Contos

Etiquetas:

Campeonato Regional de Ralis do Sul

Rali Martinlongo abre hostilidades

Depois de um ano de interregno nas provas do Clube Automóvel do Algarve, José Merceano, navegado por Francisco Pereira, conquistou os louros na jornada de abertura do Campeonato Regional de Ralis do Sul. A performance do piloto de Alenquer ficou facilitada a partir do abandono de Luís Mota, vencedor na especial inaugural.

A dupla vencedora do Regional de Ralis do Sul em 2005, José Merceano e Francisco Pereira, foi a grande dominadora do Rali de Martinlongo que, este fim-de-semana, abriu as hostilidades naquele que é, insoluvelmente, o melhor campeonato para Veículos Sem Homologação (VSH) disputado em território nacional.

Aos comandos de um Mitsubishi Lancer Evo IV, o piloto de Alenquer não deixou os seus créditos por mãos alheias para rubricar mais uma condução de excelente nível, pese embora na primeira passagem pela especial de Martinlongo, Luís Mota, campeão em título, tenha levado a melhor.

Contudo, o piloto do Cartaxo, que faz equipa com Ricardo Domingos, viu logo a seguir as aspirações hipotecadas para um eventual triunfo, uma vez que o diferencial no Mitsubishi Lancer Evo IV cedeu na segunda especial (Pão Duro), motivando o irremediável abandono.

Numa prova marcada pela dureza do piso, José Merceano acabou por colher de mão beijada a liderança da prova e conduzir o carro da marca japonesa dos três diamantes com a mestria que lhe é reconhecida até ao fim e regar com pompa e circunstância o regresso ao sul do país de forma vitoriosa.

Tratou-se de um triunfo que não suscita a mínima contestação, até porque os seus mais directos opositores não encontraram o antídoto para suster o andamento imposto e «aniquilar» o favoritismo que entretanto foi atribuído ao piloto de Alenquer, sobretudo depois do abandono do «vizinho» do Cartaxo, Luís Mota.

Pedro Duarte terceiro

Tratando-se da primeira ronda do Regional de Ralis do Sul, naturalmente que a medição no que concerne à cotação dos pilotos algarvios era aguardada com alguma expectativa atendendo, sobretudo, que tanto Luís Mota como José Merceano têm vindo a rodar com as suas máquinas em outras provas a norte do Tejo, conferindo-lhes uma mais valia.

Perante este desiderato, José Neves foi quem melhor se adaptou aos pisos duros e secos de Martinlongo. O piloto de Lisboa, navegado pelo algarvio José Jesus, acabou por conduzir o Ford Escort Cosworth ao lugar intermédio do pódio, a 54,3 segundos de diferença para o vencedor. Apesar da disparidade verificada entre o primeiro e o segundo classificado, José Neves teve na jornada de abertura do Regional Sul a sua primeira possibilidade de testar o carro da marca oval e com o qual pretende discutir o triunfo prova a prova, sem descurar, obviamente, o campeonato.

Quase imperial esteve Pedro Duarte. O piloto de S. Brás de Alportel, que chegou a imiscuir-se com o seu Peugeot 205 GTI entre os carros de tracção integral – o terceiromelhor registo na primeira passagem por Martinlongo, apenas batido pelos Mitsubishi Lancer Evo IV de Luís Mota e José Merceano, é prova disso mesmo –, revelou uma vez mais todo o seu dinamismo.

Pedro Duarte melhor nas duas rodas motrizes

Pedro Duarte, que faz equipa com João Bento, não esteve particularmente feliz na segunda e terceira especial, mas atacou surpreendentemente no derradeiro troço para ocupar o degrau mais baixo do pódio e garantir o triunfo nas duas rodas motrizes.

Acrescente-se, no entanto, que Pedro Duarte contou durante toda a prova com a forte oposição de Rui Coimbra, jovem piloto que repartiu o VW Golf GTI com o experiente Paulo Primaz. No entanto, e numa altura em que a prova estava praticamente no seu términos e Rui Coimbra desfrutava de uma vantagem de seis segundos para o piloto de S. Brás de Alportel, o piloto do VW Golf GTI não evitou uma saída de estrada na derradeira especial e o consequente abandono.

Irrepreensíveis estiveram, igualmente, João Monteiro e José Teixeira. Aos comandos de um Seat Ibiza GTI 2.0 16V, a dupla algarvia foi ganhando confiança ao longo da prova e terminou num excelente quarto lugar final, relegando para o quinto posto o Ford Escort Cosworth de António Lampreia e Pedro Macedo, com a particularidade de terem ficado separados por apenas dois segundos.

Viana Martins confirmou em Martinlongo o excelente andamento imposto no ano transacto. Ao volante de um Opel Kadett GSI, o algarvio, que faz equipa com Paulo Costa, superou todas as expectativas e culminou num brilhante sexto lugar, à frente de José Carlos Paté e José Gago, dupla que teve um início prometedor, chegando mesmo a ser cronometrada com o quarto melhor tempo na especial de abertura.

Tanto Viana Martins como José Carlos Paté efectuaram uma prova de nível superior, numa prova em que os oitavos classificados, na circunstância Vasco Tintim e Pedro Silva (Peugeot 205), fiaram a pouco mais de quatro minutos de diferença para a dupla vencedora, onde a dissemelhança das viaturas foi o principal «calcanhar de Aquiles».

Depois de muito porfiar, a equipa formada por Gil Antunes e Rui Alves conduziu o Opel Astra ao nono lugar da geral, cabendo a Bruno Andrade e Ricardo Barreto, ao volante de um Subaru Legacy Turbo 4WD fechar o top-ten.

-----------------------

Classificação

1º José Merceano/Francisco Pereira (Mitsubishi Lancer Evo IV) 32m35,0s

2º José Neves/José Jesus (Ford Escort Cosworth) a 54,3s

3º Pedro Duarte/João Bento (Peugeot 205 GTI) a 59,3s

4º João Monteiro/José Teixeira (Seat Ibiza GTI) a 2m10,0s

5º António Lampreia/Pedro Macedo (Ford Sierra Cosworth) a 2m12,1s

6º Viana Martins/Paulo Costa (Opel Kadet GSI) a 2m23,6s

7º José Carlos Paté/José Gago (BMW 325 IX) a 2m39,5s

8º Vasco Tintim/Pedro Silva (Peugeot 205 GTI) a 4m04,5s

9º Gil Antunes/Rui Alves (Opel Astra) a 4m25,8s

10.º Bruno Andrade/Ricardo Barreto (Subaru Legacy 4WD) a 4m59,4s

Etiquetas:

“Dia Europeu dos Vizinhos”

Quem são os meus vizinhos?

O “Dia Europeu dos Vizinhos” procura respostas para alguns desafios que as cidades têm a enfrentar, tais como a insegurança, a solidão ou a perda de valores sociais.

Ajudar a despertar nas pessoas o espírito de solidariedade, de entre ajuda, bem como promover “uma melhor vizinhança” são alguns dos objectivos do evento, que se pretende como uma óptima oportunidade de os cidadãos criarem laços de solidariedade entre as pessoas.

Desde o seu lançamento em 2003, o “Dia Europeu dos Vizinhos”, que se cumpre a 29 de Maio tem sido uma experiência um sucesso cada vez maior. No passado ano, 6 milhões de pessoas de 16 países diferentes da União Europeia juntaram-se à Festa dos Vizinhos.

Cerca de 580 cidades, de Dublin a Atenas, passando por Roma, Paris, Bruxelas, Luxemburgo, Lisboa, Porto e Coimbra, entre outras, reuniram milhares de pessoas, tornando-o no primeiro encontro de cidadãos europeus.

Vila Real de Santo António é um das cidades algarvias que já aderiu a este evento que recebeu o alto patrocínio do Presidente da Republica e conta com o apoio institucional da Associação Nacional de Freguesias.

Este ano, o objectivo dos organizadores é chegar a 50 cidades portuguesas e envolver mais de 4 milhões de portugueses.

Além da autarquia algarvia já fizeram a sua inscrição oficial, a Câmara Municipal da Nazaré, Junta de Freguesia de Stª Maria de Belém (Lisboa) e a SocioHabita Funchal (empresa municipal de gestão da habitação do Funchal – Madeira).

Etiquetas:

28 maio 2007

Machados quer regressar à 1ª Divisão

A derrota nas Ferreiras não belisca as intenções do GDC Machados que passa por regressar ao principal campeonato algarvio.

Contudo, o treinador Luís Pires não deixou de lançar um alerta sobre as equipas B que podem influenciar a classificação. “É algo que ainda não percebi como funciona mas que no terreno prejudica”, disse.Dependendo apenas de si próprio, o Machados sabe que terá duas finais pela frente. A do próximo sábado no difícil reduto do Safol e na jornada imediata, a última, na recepção ao Monchiquense B.

“Tirando o Farense, já campeão, vamos ter campeonato até ao derradeiro minuto. Quanto a nós, o terceiro lugar poderá ser melhorado visto o segundo classificado ainda ter de descansar”, avançou o treinador Luís Pires, lembrando que o objectivo foi “colocar a equipa nos cinco primeiros lugares e uma vez numa posição de subida “tudo iremos fazer para dar uma alegria à massa associativa e lutar pela promoção”.


Uma frase que ficou no ouvido após o jogo com o Ferreiras B, foi; “Só espero que até ao fim isto não se torne num campeonato da mentira”. Quando foi pedido que explicasse melhor, esclareceu: “Não me refiro à arbitragem. Gostava era que me explicassem o que são estas equipas B. Esta equipa que defrontamos aqui nas Ferreiras não foi a equipa que jogou nos Machados e na última jornada vou voltar a jogar com uma equipa B. Mais, Na semana passa foi com o Padernense, esta semana foi comigo, mas o certo é que houve adversários que não defrontaram este tipo de equipas B”.

in: Algarve Desporto

Etiquetas:

“Os Verdes” em S. Brás de Alportel

Partido faz campanha
para parar as alterações climáticas

O Partido Ecologista “Os Verdes” está amanhã no concelho de São Brás de Alportel para a realização de acções no âmbito da campanha “Stop às alterações climáticas”.

A campanha é de âmbito internacional e tem como principais objectivos pressionar a administração norte-americana a aderir ao Protocolo de Quioto, manifestar a insatisfação pela política de transportes públicos seguida pelo Governo português e alertar a população para o fenómeno das alterações climáticas, promovendo comportamentos que ajudem a travar o fenómeno.

Na acção de amanhã “Os Verdes” recolhem assinaturas, junto da Escola Secundária José Belchior Viegas para dois documentos: um postal, dirigido ao Presidente dos Estados Unidos da América, exigindo que o país – um dos maiores poluidores do mundo – assuma as suas responsabilidades em matéria de alterações climáticas e adira, sem restrições, ao Protocolo de Quioto. Um segundo postal é dirigido ao Primeiro-Ministro, José Sócrates, através do qual os cidadãos demonstram insatisfação pelos consecutivos aumentos das tarifas dos transportes públicos, exigindo que sejam tomadas medidas no sentido de se investir numa rede de transportes de qualidade.

A acção conta com a participação do dirigente nacional de “Os Verdes”, João Martins, da activista Cláudia Madeira, e do dirigente nacional Carlos Silva.

A entrega dos documentos à Embaixada dos EUA em Portugal e ao Governo Português está já agendada para o dia 5 de Junho, Dia Mundial do Ambiente.

Etiquetas:

26 maio 2007

Confraria dos Gastrónomos do Algarve


Joaquim Mendoza nomeado
Grande Conselheiro Delegado


Realizou-se no passado sábado, 12 de Maio, em Faro – Estói, mais um Capítulo Extraordinário da Confraria dos Gastrónomos do Algarve, que decorreu num ambiente mesclado de formalismo, por respeito à tradição, com a alegria já intrínseca às actividades dos confrades algarvios.

A cerimónia, imposta por um crescimento rápido e salutar da Confraria, contou com a presença de quase duas centenas de confrades e convidados e teve o seu início às 10:00 horas, no Salão Nobre da anfitriã Câmara Municipal de Faro, onde, após um pequeno almoço de recepção, foram dadas as boas vindas aos novos membros e tomaram a palavra os membros da mesa, Grão Mestre da Confraria, Governador Civil de Faro, Presidente da Câmara Municipal de Faro e Presidente da Junta de Freguesia de Estói.

Seguiu-se um desfile dos confrades, pela emblemática Rua de Santo António, ao som da fanfarra dos Bombeiros de Faro.

A segunda fase da cerimónia desenrolou-se em Estói, iniciando-se com um Terras do Infante de honra, servido na Casa de Estói, construída no primeiro ano de século XX e que, sob orientação de novel confrade, se tem transformado numa pérola do turismo de habitação do Algarve.

Seguiu-se, já na Igreja de Estói, após uma oração de sapiência proferida pela confreira Maria Manuela Valagão, que dissecou virtudes da dieta mediterrânica, a bênção dos escapulários e entronização de 23 novos confrades. A Confraria dos Gastrónomos do Algarve quis distinguir três notáveis algarvios, intronizando como Confrades de Honra o Presidente da Câmara de Faro, José Apolinário, a Deputada Esmeralda Salero Ramires e Domitíla M. dos Santos, que foi igualmente indigitada como Grande Conselheira Delegada da confraria em Nova Iorque, onde tem desenvolvido notória e meritória actividade, na área da alta finança do competitivo mundo da Wall Street. Foram ainda nomeados Grande Conselheiros Delegados, Filipe Ramires e Joaquim Mendoza, de Olhão e de S. Brás de Alportel, respectivamente.

Já tardiamente, para aguçar apetites, esteve a cargo dos confrades do Restaurante La Reserve servir, no Largo da Igreja, em tendas montadas para o efeito, um almoço que se prolongou em franco convívio pela tarde adentro.

Iniciado com uns entreténs de boca regionais, seguiu-se um caldo de tamboril com gamba da costa e uma galinha cerejada, acompanhada por um xarém divinal.

A doçaria esteve a cargo da Quinta dos Avós, do Algoz, que soube manifestar as razões da sua fama e dos sempre presentes confrades Restaurante Charrete, de Monchique, e Casa Isabel, de Portimão.

No final da tarde ficou-nos a convicção de ter sido dado mais um passo, sereno mas determinante, na salvaguarda e promoção do nosso património cultural gastronómico. É quanto basta para que a Confraria se sinta gratificada.

Etiquetas:

Noite de Fados

Domingo, 27 de Maio
21:00 - 23:00 h
No Museu do Trajo

Noite de Fado com Carlos Olivieira (guitarra) e Carlos Plácido (viola) e os fadistas convidados Ana Isabel Guerreiro, Carlos Cristo, Patrícia Serra, Virgílio Martins e Vítor Alves.

A entrada custa 3 €uros. Bar e refrescos disponíveis a partir das 20:30 h

Etiquetas:

25 maio 2007

Mercado Municipal



Mais um grande negócio

Hasta pública rende 5000 euros
pelas “Chaves” da Loja do Mercado



No passado dia 22 de Maio, teve lugar na Câmara Municipal de S. Brás de Alportel a arrematação em hasta pública da Loja numero 1 do Mercado Municipal.

Com base de licitação fixa em 250 euros, e com lances mínimos de 50 euros a arrematação teve a presença de vários empresários são-brasenses, mas apenas dois disputaram de forma aguerrida a “chave” da Loja 1.

No final o “preço da chave” ficou-se pelos 5150 euros e foi ganha pelo arrendatário da loja contígua (padaria), naquele que se tornou a melhor arrematação de “chaves” da autarquia, destronando deste titulo a arrematação das chaves das piscinas municipais que teve lugar este ano.

Alvo de obras de remodelação (já iniciadas pela autarquia) esta loja será anexada à padaria existente no mercado com vista à ampliação desse espaço que se prêve abrir ainda durante o verão deste ano.

Etiquetas:

PROTAlgarve aprovado


O Conselho de Ministros, reunido no dia 24 de Maio de 2007 na Presidência do Conselho de Ministros, aprovou a revisão do Plano Regional de Ordenamento do Território do Algarve

A Revisão do Plano Regional de Ordenamento de Território do Algarve, visa reforçar as componentes estratégicas do ponto de vista ambiental e de sustentabilidade do desenvolvimento da actividade económica, em termos regionais, em especial do turismo, com particular incidência nos aspectos de requalificação urbanística e ambiental das áreas edificadas, dos equipamentos, do património arquitectónico e arqueológico, das infra-estruturas e da paisagem como elementos integrados de intervenção no território, com particular incidência nas subunidades regionais e no litoral.

O PROT é, assim, um instrumento de desenvolvimento territorial de natureza estratégica, que integrando as opções estabelecidas ao nível nacional, constitui o quadro de referência para a elaboração dos planos municipais de ordenamento do território do Algarve.

As opções estratégicas de base territorial assumidas na revisão do PROT Algarve são concordantes com os princípios e orientações dos principais instrumentos estratégicos e de natureza programática de âmbito nacional, salientando-se a compatibilização do ordenamento com as políticas de desenvolvimento económico e social, o quadro de objectivos e orientações que constam da Estratégia Nacional de Desenvolvimento Sustentável e, em matéria de directrizes a considerar no ordenamento do espaço regional, a proposta do Programa Nacional da Política de Ordenamento do Território (PNPOT).

Assim, o PROT Algarve estabelece como ambição a afirmação do Algarve como uma região dinâmica, competitiva e solidária no contexto da sociedade do conhecimento, definindo os seguintes objectivos estratégicos: (i) qualificar e diversificar o cluster turismo/lazer; (ii) robustecer e qualificar a economia, promover actividades intensivas em conhecimento; (iii) promover um modelo territorial equilibrado e competitivo; e (iv) consolidar um sistema ambiental sustentável e durável.

O PROT Algarve aplica-se a todo o território da Região do Algarve (NUT II), constituída pelos concelhos de Albufeira, Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Faro, Lagoa, Lagos, Loulé, Monchique, Olhão, Portimão, S. Brás de Alportel, Silves, Tavira, Vila do Bispo e Vila Real de Santo António.

Etiquetas: , ,

Ponto final no Protal

Foi aprovada em Conselho de Ministros a versão final do Plano Regional de Ordenamento Territorial do Algarve, que mereceu, por parte de todos os intervenientes, uma aprovação tácita.

Nem toda a gente está de acordo com as normas aprovadas, nomeadamente a versão imposta para o Barrocal quanto à habitação dispersa, sendo certo que passou dos 20 para 10 hectares, o que, de qualquer forma, não se coaduna com a realidade algarvia. Não é com este tipo de táctica que o Governo vai conseguir o emparcelamento dos terrenos. A realidade é bem diferente daquela que alguém, sentado num gabinete em Lisboa, pode imaginar.

O Partido Socialista no Algarve e os seus deputados emitiram uma nota esclarecedora e de apoio ao Governo, intitulando-a «Protal merece nota positiva do PS Algarve, sendo de toda a justiça reconhecer como o processo foi conduzido pelos governantes».

De repente, tudo o que era contestação deixou de o ser e, inclusive, parece que todos os presidentes de Câmara, pelo menos os socialistas, aprovaram o documento. Não é verdade.

Mas, das duas uma: ou houve grandes alterações ao documento inicial, ou estão feitas promessas com as quais os autarcas não contavam.

O documento sofreu alguns ajustamentos, está mais de acordo com o que muitos solicitavam, mas coloca na ordem do dia uma questão melindrosa para as autarquias do litoral.

Em alguns locais, foram feitos planos de pormenor, para possibilitar determinado tipo de investimentos nas chamadas Unidades Operativas de Planeamento, mas esses planos vão agora colidir com as novas normas do Protal.

O que está estabelecido em termos legais é que esses planos podem ser aprovados antes do Protal entrar em vigor, mas, ao mesmo tempo, há a ressalva de que não é possível estarem em desacordo com esse mesmo Protal.

O problema começa a surgir a partir do momento em que há esta colisão, e no caso de existirem investidores, como já existem, a pergunta que se coloca é saber a quem compete indemnizá-los dos investimentos feitos.

As autarquias não querem assumir esse ónus, porque as regras foram alteradas a meio do jogo, e aquilo que foi feito estava de acordo com as regras de planeamento.

Daí que não tenham cometido qualquer tipo de falha ou fuga ao determinado. Por outro lado, o Governo não dá saída nem encontra uma solução, porque o que está em causa é indemnizar investidores e, em determinadas circunstâncias, as quantias poderão ser avultadas.

Vai haver muitos casos em Tribunal, o que é sempre desprestigiante para a administração pública e mesmo para a credibilidade do país.

O Algarve vai voltar a ter, cinco anos depois de se ter iniciado a discussão, um novo modelo de Protal, cujas linhas orientadoras vão permitir delinear os novos Planos Directores Municipais.

Só que nem todas as Câmaras estão de acordo com os objectivos demasiado rígidos impostos pelo Protal, porque lhes retira margem de manobra no seu crescimento urbanístico ou até ambiental, na medida em que há a pretensão de conjugar futuramente estes dois factores.

Percebe-se, porque já se sente neste momento, que muitos projectos vão passar a ser considerados de interesse nacional, e, sendo classificados como PIN, imediatamente passam a ter razão de existir, mesmo contrariando as leis impostas pelo Protal.

Com a diferença de que não serão as Câmaras a coordenar o seu desenvolvimento, funcionando como simples intermediários e sujeitando-se à vontade do Governo, que passa a controlar as autarquias, com a simples manobra do «ou é assim ou não há nada para ninguém».

O centralismo tem vindo a crescer. As Câmaras, organismos que mostraram saber gastar o pouco dinheiro que recebem muito melhor que qualquer Governo, passaram a ser secundarizadas, talvez por culpa própria, quando se transformaram em maiores empregadores do seu concelho, em detrimento de um planeamento com qualidade e ao serviço da população.

Ao tornarem-se num sorvedouro, na busca de que cada pessoa lhes viesse a dar mais dois ou três votos, as autarquias foram caminhando para um regime de desconfiança que o Governo central, por força das directrizes de Bruxelas, se vê obrigado a controlar.ou até ambiental

H. Nunes - Março de 2007

in: http://www.barlavento.online.pt/

Parque de Serviços Municipais


Hasta pública
para verder a
“Fabrica dos Cogumelos”
não teve participação.


A Câmara Municipal, sob proposta do seu presidente Eng.º António Eusébio, pôs à venda o Parque de Serviços Municipais também conhecido por “fábrica dos cogumelos”. Um milhão e oitocentos mil euros, era a base da licitação.

A abertura das propostas dos interessados era para ser feita no passado dia 20 de Janeiro, no entanto não se apresentou nenhum interessado na aquisição do imóvel. O preço base de licitação (1.800.000 euros) terá afastado possíveis compradores.

Saldos de Primavera

A falta de interessados e a necessidade urgente fazer entrar dinheiro nos cofres da autarquia, para fazer face às despesas contraídas, levou a edilidade são-brasense a promover nova hasta pública. (ver aqui)

Agora com base de licitação estipulada em 1.150.000 (um milhão cento e cinquenta mil euros), menos 650 mil euros (130 mil contos) do que o preço de mercado, António Eusébio assegura um preço de Saldos, ao qual possíveis interessados não poderão ficar indiferentes.

As propostas de aquisição poderão ser entregues na autarquia até dia 18 de Junho. A abertura das propostas está agendada para o dia seguinte 19 de Junho.

Etiquetas: ,

24 maio 2007

Deficientes motores na Via Algarviana


Pessoas portadoras de deficiências motoras integram o público-alvo da via ecológica que vai atravessar o Algarve de uma ponta à outra.

A Almargem e a Associação Existir promovem, quinta-feira, uma actividade com deficientes motores num dos trilhos da futura Via Algarviana. O objectivo é dar a conhecer o projecto e o seu potencial uso por “públicos diferentes”.

A actividade inclui jogos, observação da natureza e um percurso naquele trilho ecológico. O início está previsto para as 11h00, com ponto de encontro junto à Igreja de Alte, no interior do concelho de Loulé.

A Via Algarviana integra aproximadamente 240 quilómetros de trilho pedestre de uma ponta à outra do Algarve. O percurso privilegia o interior da região, estendendo-se ao longo da serra e também algumas zonas de barrocal.

Com um orçamento de 390 mil euros, grande parte suportado por fundos comunitários, a Via Algarviana terá informações sobre o património histórico, fauna e flora, já que atravessará zonas de elevada beleza paisagística, algumas delas áreas protegidas, entre o Parque Natural do Sudoeste e Costa Vicentina e território integrado na Rede Natura 2000.

O traçado atravessará nove municípios algarvios: Alcoutim, Castro Marim, Tavira, São Brás de Alportel, Loulé, Silves, Monchique, Lagos e Vila do Bispo.

O projecto, que tem ainda como parceiro a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve, fará parte de um itinerário europeu que liga Sampetersburgo, na Rússia, a Tarifa, em Espanha. Após a conclusão da via algarvia ficará ainda estabelecida a ligação entre de Norte a Sul do país, entre Caminha e o Cabo de São Vicente.


Etiquetas:

Incêndio em Parque de Estacionamento

Danifica três viaturas

No novo Parque de Estacionamento Público, com 40 lugares, no Centro Histórico, em espaço adjacente à Rua Teófilo Braga, e que serve a Câmara Municipal de São Brás de Alportel, teve origem no passado sábado à tarde um incêndio de origem desconhecida.

O incêndio, que destruiu a cobertura que proporcionava sombra aos carros aí estacionados, também danificou 3 viaturas estacionadas. Uma delas sofreu avultados danos e as restantes ficaram com a pintura danificada devido ao calor intensivo emanado pelo incêndio.

Ainda não está determinada a origem do incêndio, havendo no entanto suspeitas de fogo posto. O Parque de estacionamento serve essencialmente trabalhadores e visitantes da Câmara Municipal. Devido a roubos e vandalismo das viaturas nas áreas circundantes à Câmara esta mandou instalar vigilância vídeo no parque de estacionamento. No entanto quando se deu o incêndio estas não se encontravam a funcionar, pelo que não foi possível apurar a origem ou os presumíveis autores do incêndio. O caso foi entregue à GNR local.

Os proprietários das viaturas danificadas, remetem responsabilidades à autarquia e reclamam os arranjos das viaturas. A câmara municipal já fez saber que declina qualquer responsabilidade. Os proprietários ponderam agora a apresentação formal de uma queixa contra a autarquia São-brasense pelos danos e moléstias sofridas.

Etiquetas:

Festival Intercultural

Nos dias 24 e 25 de Maio realiza-se a
1.ª Edição do Festival Intercultural.

Esta iniciativa é organizada no âmbito do Projecto @ventura, por duas turmas da Escola 2/3 Poeta Bernardo de Passos. Durante dois dias é possível viajar por quase todo o mundo, através de uma exposição que trata a geografia, história, cultura e costumes de vários países, entre eles os de origem dos alunos do 7.º B e 8.ªA. Vários momentos de animação vão marcar a agenda deste evento, desde teatro, musica, jogos tradicionais e no dia 25, será oferecido um lanche inter-cultural.

Todas as actividades são uma mostra da identidade e da cultura dos vários países que co-habitam no nosso concelho.

Etiquetas:

23 maio 2007

Feira das Velharias

Regressa em Junho

A feira das Antiguidades e Velharias regressa a S. Brás de Alportel no próximo dia 17 de Junho.

Os interessados em participar nesta Feira devem solicitar licença e cartão de feirante na secção de Taxas e Licenças da Câmara Municipal.

A feira de Antiguidades e Velharias terá lugar no terceiro Domingo de cada mês, entre as 08,30 e as 14,00 horas na zona envolvente à Escola EB 2 3 Poeta Bernardo de Passos.

O Regulamento Municipal para a Feira está disponível no site da Câmara Municipal

Etiquetas:

“Radio del Mar 98.1” - Argentina

Rádio da Argentina transmite desde S. Brás

A “Radio del Mar 98.1” da cidade de Comodoro Rivadavia na provincia do Chubut, da Argentina, que por intermédio do seu proprietário Carlos Omar Bareilles (um homem que dedicou toda a sua vida à comunicação e leva já mais de 50 anos na actividade) e que visita periodicamente S. Brás de Alportel, porque a sua filha Claudia Bareilles reside aqui há cerca de 7 anos.

Todos os domingos de 13hs às 14hs, transmite um programa especial para Comodoro Rivadavia, que tem uma grande colectividade Portuguesa, a maior de Argentina, com noticias do Algarve, comentários, musica portuguesa, e as entrevistas aos Sambrasenses que têm seus parentes na Patagonia - Argentina, e que as recebem rádio del mar com muita emoção pela afeição e pela distância.

Carlos Omar visitou a redacção do jornal “Noticias de S. Braz” e continuou este ciclo das transmissões internacionais que fez durante Março e Abril foi o terceiro, já que esteve no ano passado em duas ocasiões, pensando retornar agora com o quarto ciclo nos meses de Setembro e Outubro deste ano. Na visita ao “Noticias de S. Braz” gravou uma entrevista ao director Joaquim Manuel Dias, que foi transmitida no dia 15 de Abril pela Radio del Mar de C. Rivadavia.

Esta rádio pode ser ouvida diariamente em todo o mundo, através da sua página na internet em: http://www.radiodelmar.net/


in "Noticias de S. Braz"

Etiquetas:

22 maio 2007

Sociedade Recreativa 1º de Janeiro

A Sociedade Recreativa 1º de Janeiro elegeu no passado dia 26 de Abril novos corpos sociais para o biénio 2007 / 2008.

Numa Assembleia Geral razoavelmente participada foram eleitos os seguintes elementos:

Direcção – Presidente - Domingos José Correia Uva Jacinto, Secretário – Eduardo Maria Ventosa de Sousa , Tesoureiro - Hélio Bruno Adanjo de Sousa Dias, Vogal - César Valentim Bento Martins, Vogal Afonso de Brito Guerreiro, Vogal - Álvaro António Martins Vaz, Vogal – João Luis Lourenço Silvestre, Suplente Vogal – Nelson Renato Gerónimo Assunção Suplente Vogal – Márcio Manuel Carmo Sancho Revés, Suplente Vogal - António Pedro Ribeiro Martins, Suplente Vogal – Pedro Joel Rosário Guerreiro;

Assembleia Geral – Presidente – Joaquim Manuel Dias, 1º Secretário Jorge Fortunato do Estanque Viegas, 2º Secretário Jorge Afonso Ferreira dos Santos;

Conselho Fiscal – Presidente Mário Brito de Jesus Neves, Vice Presidente – Jorge Manuel Digo Branquinho Secretário – João Manuel Ventosa de Sousa.

De salientar a continuação do presidente da Direcção Domingos Jacinto e da entrada de elementos jovens nos corpos sociais da colectividade que mostra uma dinâmica assinalável quando um pouco por todo o lado se encontra cada vez mais dificuldade em arranjar dirigentes associativos não esquecendo o trabalho meritório e inigualável na formação de jovens futebolistas com um número assinável de mais de centena e meia de atletas desde as escolinhas aos juvenis.

in "Noticias de S. Braz" por GIDI (?)

Etiquetas:

Centro Histórico da Vila


Alvo de reabilitação.

Embelezamento esconde Bocas de Incêncio



A requalificação e reabilitação do Centro Histórico da Vila continua.

O embelezamento da zona histórica levou a autarquia a mandar pintar os hidrates exteriores (bocas de incêndio) de cor verde. Camuflados no meio de pilares que impedem o estacionamento é agora mais difícil distingui-los.

Confrontada com esta situação a autarquia define o “embelezamento” das bocas-de-incêndio no centro histórico como parte do Plano de Requalificação. Já fonte junto dos Bombeiros Voluntários demonstra o conhecimento da situação, reconhecendo a “invulgar” escolha da cor, remete responsabilidades para a autarquia local e para o Serviço Municipal de Protecção Civil, deixando “no ar” que no concelho ainda não existe o hábito de oscultar os Bombeiros nestes assuntos.


Etiquetas: ,

Caçadores recolheram 320 toneladas

de lixo dos campos Algarvios

Mais de 320 toneladas de material abandonado na floresta, na sua maioria ferro, metais e alumínios, foram recolhidas pelos caçadores algarvios ao longo da 3ª Jornada Nacional de Limpeza do Ambiente.

Centenas de caçadores desde Vila Real de Santo António a Aljezur, com o apoio de todas as Câmaras Municipais e algumas Juntas de Freguesias do Algarve, recolheram essas largas toneladas de detritos abandonados e atirados para a floresta.

Em comunicado, a Federação de Caçadores do Algarve, que promoveu a iniciativa, salienta que esse lixo, além dos efeitos nefastos na natureza, são também «materiais combustíveis explosivos, que podem ser determinantes para os incêndios da nossa floresta».

A abertura oficial das jornadas, que teve lugar em S. Brás de Alportel, na Zona de Caça Associativa de Vilarinhos, com a presença do Governador Civil, que acompanhando por Vítor Palmilha, presidente da Federação de Caçadores do Algarve e de outros directores da Federação, deram início aos trabalhos.

A campanha prosseguiu pouco depois, ainda no concelho de S. Brás de Alportel, na Zona de Caça Associativa dos Machados.



O encerramento culminou com um almoço-convívio na Fonte Férrea em S. Brás de Alportel oferecido pela Câmara Municipal, com todos os caçadores envolvidos na Jornada de Limpeza e ainda Bombeiros e GNR.




21 maio 2007

Uma @ventura

com o Banco Alimentar Contra a Fome do Algarve


Nos dias 5 e 6 de Maio decorreu em todo o país mais uma campanha de voluntariado organizada pelo Banco Alimentar Contra a Fome.

O projecto @ventura estabeleceu uma parceria informal com esta instituição e participou no Sábado, dia 5, representando o concelho de São Brás de Alportel.
Participaram 10 jovens das Escolas Básica 2/3 Poeta Bernardo Passos e da Secundária José Belchior Viegas acompanhados por voluntários da Rede de Voluntariado do concelho. Os jovens distribuíram-se por quatro supermercados da vila (Intermarché, Algartalhos, Marrachinho e Lidl) para apoiar esta iniciava de recolha de alimentos a distribuir pelas famílias carenciadas.

Foram recolhidos 2324 Kg de alimentos no Sábado em São Brás de Alportel. No Algarve foram recolhidos 79.034 Kg durante todo o fim-de-semana.
Esta foi mais uma acção assinalada de forma bastante positiva e que contou com o forte empenho e motivação destes jovens solidári@s!

Etiquetas: ,

Oferta de Emprego - Ass. Rota da Cortiça

A Associação Rota da Cortiça (ARC), sedeada em São Brás de Alportel - Algarve, vai iniciar o projecto “Rota da Cortiça” que tem por objectivo definir e implementar um inovador “produto turístico temático” centrado num dos elementos únicos e indissociáveis da imagem de Portugal, a Cortiça.

A ARC pretende contratar, até 30 de Maio, dois colaboradores (M/F) para desempenharem na equipa técnica as funções de “Comercial” e de “Guia Turístico”.

Requisitos básicos dos colaboradores a seleccionar:
Facilidade no trabalho em equipa e no estabelecimento de relações interpessoais;
Capacidade técnica e experiência nas funções a desempenhar;
Grande empenhamento, autonomia e responsabilidade;
Residência na região do Algarve e viatura própria;
Disponibilidade imediata e total;
Idades entre os 18 e os 50 anos.

Oferece-se:
Integração em equipa de projecto dinâmica e enquadrada numa Associação constituída pela Câmara Municipal de São Brás de Alportel, a Ass. de Industriais e Exportadores de Cortiça (AIEC-Sul), a Ass. de Agricultores de S.B de Alportel, a Ass. de Produtores Florestais da Serra do Caldeirão e a Associação de Desenvolvimento Local In Loco;
Contexto favorável ao desenvolvimento pessoal e à afirmação das capacidades profissionais;
Participação num plano de formação contemplando todas as etapas da criação e implementação de um inovador produto turístico;
Contrato de trabalho;
Vencimento justo.

Esclarecimentos e resposta detalhada com Curriculum Vitae, Portfolio ou Curriculo Europeu, com foto, para o mail rotadacortica@sapo.pt

Etiquetas: ,

20 maio 2007

"Caçadores pelo Ambiente"

Caçadores realizam "acção cívica" - afirma o governador civil

Nas próximas horas saber-se-á a quantidade de lixo recolhida na região algarvia

Mais de 5.000 caçadores algarvios envolveram-se hoje numa jornada de limpeza da região, promovida pela Federação de Caçadores do Algarve, intitulada "Caçadores pelo Ambiente", desenvolvida em toda a região e ainda um pouco por todo o país, graças ao empenhamento da Confederação Nacional dos Caçadores Portugueses que o ano passado aderiu à iniciativa lançada no Algarve.

De acordo com o governador civil de Faro, que esteve a participar, activamente, nesta acção "esta é uma atitude que deveria ser seguida por todos os cidadãos", pois, não se pede que façam no espaço público mais do que aquilo que fazem em suas casas". Esta é "uma atitude cívica", sublinhou António Pina hoje no concelho de S. Brás de Alportel, primeiro em Vilarinhos e depois no sítio dos Machados, onde se encontravam algumas dezenas de caçadores amigos do Ambiente, à semelhança do que à mesma hora estava a acontecer em todo o Algarve e nalgumas zonas do país.

Segundo o presidente da Federação de Caçadores do Algarve, Vitor Palmilha, esta jornada, que este ano se repetiu pelo terceiro ano consecutivo, "permitiu colocar no terreno mais de 5000 caçadores em todo o Algarve", para de seguida recordar: "No primeiro ano recolhemos cerca de 800 toneladas de lixo, o ano passado foram recolhidas 600 toneladas de monos, lixo e outros produtos que as pessoas abandonam nos espaços verdes". Este ano, "só na segunda-feira à tarde, saberemos, ao certo, as quantidades de lixo recolhidas", mas, pelo que já se viu, os números serão idênticos aos dos anos anteriores.

Presentes nesta acção da FCA, no concelho de S. Brás de Alportel, para além de ter estado presente António Eusébio, o presidente da Câmara Municipal, estiveram ainda presentes outras entidades, nomeadamente, ligadas à Direcção Regional de Agricultura do Algarve, todos ajudaram na recolha de lixo.

JMM / RS

Etiquetas:

II Passeio TT

Etiquetas:

19 maio 2007

Perdigueiro morde mulher em casa

Animal invadiu quintal vizinho

Uma mulher de 52 anos, residente no sítio de Vilarinhos, em S. Brás de Alportel, foi atacada por um cão da raça perdigueiro, que lhe mordeu um pulso e uma perna. O animal é propriedade de uma vizinha da vítima, que preferiu não apresentar queixa às autoridades.


Maria Henrique de Brito, proprietária do café 1.º de Maio, no sítio dos Vilarinhos, foi assistida no Centro de Saúde local aos ferimentos provocados pelo ataque do cão, tendo alta depois de lhe terem sido feitos os curativos e aplicada uma injecção contra o tétano.

“Foram momentos de grande medo”, confessou a vítima, atacada quando saiu para o quintal do café. “O cão furou a rede que separa os dois quintais e avançou ameaçador, na minha direcção”, relatou.

O pânico fez com que Maria Henrique de Brito gritasse enquanto tentava afastar o animal. “Foi a minha asneira”, reconhece a comerciante, que só teve tempo de fugir, mas não evitando duas fortes dentadas do cão.

Maria Henrique de Brito decidiu não apresentar queixa às autoridades “até porque a vizinha já tomou providências, retirando o perdigueiro da residência”, esclarece.

A vizinha, Lena Ferreira, dona do animal e de outros quatro cães, garantiu que “o perdigueiro tem todas as vacinas em dia”, e que só invadiu o quintal da vizinha depois de “ter estragado uma rede que separava os dois espaços”.

A residir apenas há um mês naquela casa, depois de se ter mudado de Setúbal, Lena Ferreira conseguiu, depois do incidente, entregar os cães para um canil em Loulé.

“Só fiquei com um caniche, pois reconheço que esta casa não tem condições para albergar, em segurança, tantos animais”, admitiu Lena Ferreira.

Correio da Manhã -Teixeira Marques

Etiquetas:

À margem de um jogo de Futebol...

Nada de novo vou trazer à estampa: Aconteceu desta feita no campo Sousa Uva, em S. Brás de Alportel, no decorrer do jogo de futebol entre o sambrasense vs Serrano, como já acontecera anteriormente noutros campos do Algarve durante outros jogos, noutras situações, nomeadamente com atletas, outros agentes desportivos e espectadores.

Decorria o minuto 40 da etapa inicial e Pedro Fortes, jogador da formação local foi alvo de uma infracção á margem da lei, muito rude por sinal, pondo em risco a sua integridade física, mais precisamente o joelho e, portanto, a região meniscal. Os primeiros socorros...espera aí que já venho; nada. Ninguém, devidamente capacitado para prestar a assistência devida se encontrava presente, o que infelizmente acontece na maioria dos recintos desportivos (íamos escrever “todos”) , mau grado o inusitado número de vezes que se faz eco desta anomalia, desta falta de cuidado ou mesmo desprezo por quem pratica desportos. Cerca de doze treze minutos depois a Ambulância deu entrada no campo e aí sim, Pedro Fortes recebeu os primeiros socorros e foi transportado para o Hospital Regional de Faro .

Para Pedro Fortes terminou a época e faço votos que seja só isso, pois desejo que o seu regresso suceda na próxima temporada: Mas o que mais desejo é alertar, mais uma vez a associação de Futebol do Algarve, Autarquias, Clubes e demais agentes desportivos responsáveis pela organização dos diversos eventos ao longo do ano, que devem reunir e preconizar de uma vez por todas o que fazem e dotar os recintos desportivos com um salutar funcional “posto de Primeiros Socorros “ para evitar males maiores. Será preciso morrer alguém?...

Ao Pedro , a solidariedade da “malta” dos jornais e rádios . Rápida recuperação.

Por: Bernardino Martins - in "Noticias de S. Braz",

Etiquetas: , ,

18 maio 2007

II Gala Nacional de Acordeão em S. Brás

Homenageia a Eugénia Lima

Na noite de 19 de Maio, o acordeão reina em São Brás de Alportel, na II gala Nacional de Acordeão, que conta com a participação de Eugénia Lima.

Agendada para as 21h30, no Cine-Teatro São Brás, a II Gala Nacional de Acordeão de São Brás de Alportel leva a palco 10 dos melhores acordeonistas do país, com a participação especial do DUOODEON, com João Frade e Ricardo Alves e com a honrosa participação de uma das mais importantes personalidades do acordeão em Portugal, Eugénia Lima.

A Gala Nacional de Acordeão conta com a coordenação técnica a cargo do Professor Hermenegildo Guerreiro, responsável pelo ensino do acordeão em São Brás de Alportel há mais de duas décadas e mestre de alguns dos maiores nomes do acordeão na actualidade.
Dos jovens talentosos aos veteranos, sobem ao palco do Cine-teatro 10 acordeonistas que já deram provas do seu valor, que a nível nacional, como internacional.

Constituída por três partes distintas, a Gala inicia-se com as actuações de Joaquim Martins, André Natanael, Fábio Guerreiro, Lúcia Baracosa, Vera Caneta, Nelson Conceição e João Filipe Guerreiro. A segunda parte abre ao som dos acordeões de João Frade e Ricardo Alves, que dão a conhecer o seu mais recente projecto “DUOODEON”, um trabalho conjunto que reúne o melhor destes dois grandes mestres do acordeão.

Etiquetas:

Concerto - Blind Zero



Etiquetas: , ,

17 maio 2007

Os "ocos" do sistema

Há um sem número de pessoas, cada vez maior, que se caracteriza por não terem interesse por nada, nem ninguém. Olham para um blog e dizem "não tenho paciência para isto". Olham para um jornal e dizem "não tenho paciência para isto". Esses ocos não sabem o que se passa no mundo que bem poderia estar prestes a terminar que eles nem dariam conta de nada.


Esses ocos pura e simplesmente não querem saber de nada.
Não querem saber de ir votar.
Não querem saber de reclamar, porque não vale a pena estarem-se a chatear.
Não acreditam, nem têm fé em nada.
Não têm ideologias, nem utopias.
Não se inscrevem em partidos, nem em sindicatos.
Não pagam quotas de nada, porque não se interessam por nada.
Não querem saber de resultados, sejam eles do futebol, das eleições ou de um concurso (de um concurso, se calhar, talvez).

Para eles tudo se resume a uma questão material: o mundo divide-se entre os que gozam dos bens materiais, os que não têm bens materiais e os que tentam tudo por tudo, enquanto estão vivos, para poder obter mais bens materiais, à custa dos outros.

Já Thomas More dizia destes ocos, a propósito da nobreza inglesa da altura, que eram tão ocos e desinteressados que eram capazes de adormecer, roncando em bom som, durante o sermão da montanha.

Lembro-me de uma reportagem televisiva onde, num país nórdico, caracterizado pelo bem estar e comodidade o Governo dava subsídios a jovens e associações civis para protestarem acerca de qualquer coisa fosse o que fosse. A ideia era tentar combater a passividade e aburguesamento da sociedade civil.
Vejam ao que se chegou nesses países dormentes e anestesiados pelo bem estar pós-moderno...

Não me considero melhor do que estes ocos, porque em muitas coisas e aspectos eu também me posso considerar um oco. Porém, a diferença é que eu ainda acredito em valores e na utopia, por mais longínqua que ela possa parecer ou por mais fraco que possa parecer o Ser Humano.

Deus nos livre destes ocos que andam por aí e nos estão muitos próximos, no nosso local de trabalho e até, quiçá, nas nossas próprias casas.

Não façamos dos nossos filhos uns ocos.

É importante que eles acreditem em algo, mesmo que não acreditem neles próprios.

Chesterton dizia no seu livro "Ortodoxia" que o terem-lhe ensinado, quando era criança, a história da "Alice no país das maravilhas" tinha sido importantíssimo na sua formação. O acreditar em algo mais para além das nossas próprias limitações, mesmo que não seja um Deus, mesmo que seja uma ideologia ou um qualquer paixão, desde que seja "algo que vai mais para além do que nos rodeia" é importante.

Ser oco é ser, afinal, velho e morrer inutilmente porque se viveu para nada; viveu-se só para respirar, se alimentar, se divertir e o resto QUE SE LIXE!

O pior e o mais perigoso é quando os que não são ocos se aproveitam dos ocos para gerir, dirigir e manipular o mundo.

Ocos deste mundo, mexam-se, acreditem em algo ! acordem !
Deixem essa sonolência, esse borrifarem-se para tudo o que ultrapassa o vosso circulo de bem estar material !

Despertem!


por: Miguel Reis Cunha

Etiquetas: ,

Festa dos Tabuleiros Floridos

Decorreu no passado fim-de-semana, dias 12 e 13 de Maio, mais uma edição da tradicional Festa dos Tabuleiros Floridos, que ano após ano se realiza no pitoresco sítio de Parises, em plena Serra do Caldeirão, em honra de Nossa Senhora de Fátima.

Na tarde de sábado, um grupo de peregrinos são-brasenses rumaram, desde a vila de São Brás de Alportel até ao sítio de Parises, com a Capela de Nossa Senhora de Fátima por destino, num percurso de fé e paz interior, que só a tranquilidade da Serra do Caldeirão pode transmitir.

Após 18 km por entre vales e colinas, os caminhantes chegaram aos Parises, para alguns momentos meditação, ao que se seguiu a tradicional Procissão das Velas, em honra de Nossa Senhora de Fátima, um ponto de encontro, na vigília do dia 13 de Maio.

Na escuridão da noite, o percurso da procissão emerge iluminado por pequenas velas que conduzem à capela de nossa Senhora de Fátima. Aos fiéis da terra juntam-se crentes de outras localidades vizinhas, amigos e familiares, numa noite que ano após ano se repete, plena de emoção.

No domingo, a eucaristia, pelas 16h00, marca o início de mais um dia festivo. A partir das 17h00, o Grupo “Inovação” convidou a um pezinho de dança que se fez acompanhar pela tradicional sardinha assada, à discrição, que é dia de festa, onde todos são convidados a participar, como manda a tradição hospitaleira das gentes da Serra.

Durante o convívio musical, foram ainda leiloados vários tabuleiros recheados de petiscos serranos, especialmente enfeitados para a festa. Por fim, a actuação do Grupo Etnográfico da União Desportiva e Recreativa Sambrasense encerrou a programação com danças e cantares tradicionais portugueses.

A Festa dos Tabuleiros Floridos é uma organização da Associação “Os Amigos da Serra de S. Brás” que este ano tem por objectivo angariar fundos para a manutenção da capela dos Parises.

GIDI CMSBA

Etiquetas: , ,

Moto Clube S. Brás

assinalou 15º Aniversário

Assinalou no passado dia 14 de Abril mais um aniversário o 15º o Moto Clube de S. Brás “Os Unidos da Estrada” com um jantar que teve lugar no armazém da D. Catarina na Mesquita.

Com a presença de muitos associados, moto clubes, entidades e convidados o jantar de confraternização decorreu num ambiente de grande convívio e amizade já que os Motards sambrasenses não descuraram nenhum pormenor para assinalar condignamente este seu 15º aniversário.A entrega de lembranças a todos os moto clubes presentes, o agradecimento à entidades e parceiros que ajudam ou divulgam as iniciativas do Moto Clube foi outro momento que anualmente se repete.

O vereador Vítor Guerreiro, o Presidente da Junta de Freguesia David Gonçalves, o representante da Direcção do Bombeiros Voluntários João Rosa e o Comandante dos Bombeiros Voluntários João Meira da Silva este com a particularidade de também ser um associado membro do Moto Clube de S. Brás, salientaram o quanto é importante o espírito de associativismo existente no Moto Clube de S. Brás e felicitaram esta colectividade do nosso concelho por mais um aniversário daqueles “malucos das motos” que em 1992 resolveram fundar um clube, hoje uma associação de prestígio que enobrece não só o associativismo no concelho como representa condignamente S. Brás de Alportel um pouco por toda a parte onde participa nas concentrações, quer no país quer no estrangeiro.

Aliás e como habitualmente também os três mais assíduos em concentrações receberam um prémio, numa festa onde não faltou um grandioso bolo de aniversário e uma banda rock para animar esta comemoração, estando já em preparação o XV Convívio Motard para os dias 10,11 e 12 de Agosto na Fonte Férrea este ano com novidades.

in Notícias de S. Braz, - dê sua opinião

Etiquetas:

16 maio 2007

Oferta Emprego - Câmara Municipal

A Câmara Municipal publica hoje (dia 16 de Maio), no seu site (www.cm-sbras.pt) avisos para a contratação de pessoal a termo resolutivo certo:

Um Técnico Superior de 2ª classe (Ciências da Comunicação)

Entrega de candidaturas: O requerimento de candidatura, dirigido ao Presidente da Câmara Municipal de S. Brás de Alportel, Rua Gago Coutinho n.º 1, 8150-151 S. Brás de Alportel, deverá ser entregue na Secção de Pessoal, no prazo de 5 dias úteis a contar a partir da data da publicação do aviso (14 de Maio).

Etiquetas:

Água mole em pedra dura...

Mais uma vez o sbras.blog está de parabéns!

Tantas foram as criticas relativas à falta de manutenção do sitio da internet da Câmara Municipal, que a edilidade fartou-se!... e para de uma vez por todas acabar com a onda de contestação que a falta de informação tem propiciado, lá resolveram contratar um técnico para o GIDI, para substituir a funcionária deste serviço, que ultimamente anda ocupada com serviços de vereação.

Assim, só nos resta congratular-nos com mais esta pequena vitória, conscientes que só foi possível alcançar com a ajuda e participação dos nossos leitores.

Parabéns a todos nós,
a_gerencia

Etiquetas:

Futebol juvenil tem campeões

Excepção aos juvenis da 2ª Divisão Distrital e ao futebol de 7, já são conhecidos os campeões dos campeonatos distritais do futebol juvenil da AFA, assim como quem sobe quer aos nacionais, quer ao principal patamar da região. Ginásio Tavira (juniores), Olhanense (juvenis) e Internacional de Almancil (iniciados) sobem aos nacionais.

Os campeonatos de juniores, juvenis e iniciados da 1ª Divisão foram os primeiros a conhecer os vencedores. Assim, Ginásio de Tavira (juniores), Olhanense (juvenis) e Internacional de Almancil (iniciados) apesar de faltar ainda uma jornada, já receberam das mãos de Viegas Ramos, presidente associativo, as taças de campeões e vão na próxima temporada competir a nível nacional.

Na 2ª Divisão Distrital, o FC Ferreiras venceu em juniores, sobe à 1ª Distrital e consigo vai também o Internacional de Almancil, segundo classificado. Nos iniciados, o FC Ferreiras também se sagrou campeão do campeonato secundário, ascende ao principal patamar da região e com ele vai o Alvorense que no jogo decisivo venceu o Silves por 2-0.

Falta ainda conhecer quem sobe em juvenis, 2ª Divisão, até porque pela frente existem mais três jornadas. O Silves lidera com 54 pontos, seguido do Alvorense (52) e Armacenense (46). Duas destas três equipas vão subir à 1ª Distrital e uma delas irá envergar as faixas.

Futebol Juvenil São-Brasense

Quanto ao futebol juvenil do concelho, é de referir que a época 2006/07 foi a pior dos últimos anos, talvez reflexo da “crise” que atravessa este desporto no concelho e da nova politica desportiva concelhia imposta pela autarquia local.

A título de registo aqui fica as classificações da época 2006/07 das equipas de Futebol de S. Brás de Alportel.


Futebol 11

Juniores (sub 19)
Não temos representantes em nenhum dos Campeonatos (1.ª e 2.ª Distrital)

Juvenis (sub 17) – (1.ª Distrital)
Ocupando o penúltimo lugar da tabela a uma jornada do fim do Campeonato, os juvenis da Sociedade 1.º de Janeiro garantiram já a manutenção na 1.ª Divisão.(ver classificação)

Iniciados (sub 15) – (1.ª Distrital)
No último lugar a quatro pontos do penúltimo, os Iniciados da Sociedade 1.º Janeiro tem garantida a descida de Divisão. (ver classificação)

Infantis (sub 13) – (1.ª Divisão)
A semelhança da equipa de Iniciados, também os Infantis da Sociedade 1.º de Janeiro, têm garantida a descida de Divisão, face a pior participação de sempre nos campeonatos de iniciados. (24 jogos – 21 derrotas e 142 golos sofridos). (ver classificação)


Futebol 7

Escolas (sub 11) – (Distrital – Sotavento)
A equipa A da Sociedade 1.º Janeiro a duas jornadas do fim do campeonato, encontra-se no segundo terço da tabela classificativa, num tranquilo 10.º lugar. (ver classificação)

Os B´s seguem o exemplo (10.º lugar), mas com 3 jornadas para o fim do campeonato ainda é possível melhorar esta classificação. (ver classificação)


FuteSala

Seniores (femininos) – Distrital
O Campeonato terminou em 14 de Abril e participaram 11 equipas algarvias. A participação da equipa feminina do GDC Machados, saldou-se com o 7.º lugar. (ver classificação)

Juniores (femininos) – Distrital
O campeonato terminou no dia 28 de Abril. A participação do GDC Machados saldou-se com um honroso 4.º lugar. (ver classificação)

Juvenis (masculinos) – Distrital
Neste campeonato, que terminou em Março, S. Brás esteve representado pela equipa da Associação Jovem Sambrasense, que obteve o 6.º lugar em 12 equipas presentes na prova.(ver classificação)

Iniciados –
Não temos representantes nas provas distritais.

Infantis –
Não temos representantes nas provas distritais

Escolas (masculinos) – Distrital
A Equipa da Associação Jovem Sambrasense, terminou este Campeonato na 9.ª posição (11 participantes). (ver classificação)


É tudo, relativamente ao futebol juvenil concelhio.

A próxima época desportiva 2007/08 começa depois do verão, estando já anunciado algumas alterações quanto a participação dos clubes de S. Brás (União, Sociedade, Machados e AJS). Nos Campeonatos de Futebol, a União tenciona apresentar equipas juvenis, os Machados também tencionam participar nos campeonatos de juniores, na Sociedade fica tudo como está. Nos Campeonatos de Fute Sala, o Machados tenciona manter as equipas femininas, a União pondera a possibilidade de participar com equipas juvenis e a AJS equaciona a extinção das equipas de fute sala devido a imposições camarárias. Logo se verá como fica organizado o desporto rei no concelho.

Nota/Aviso:

A elaboração desta “noticia” foi a pedido de vários leitores nossos, surpreendidos pela falta de informação, característica dos nossos jornais locais, relativamente ao Futebol.

Como já vem sendo habitual, os jornalistas e responsáveis dos jornais locais virem aqui ao Blog à procura de notícias fáceis, fica aqui o recado para eles.

A gerência deste blog não se importa que retirem daqui notícias para publicação nos vossos jornais. No entanto porque a elaboração das mesmas nos costuma a dar algum trabalho e por uma questão de respeito e deontologia a que os vossos jornais estão obrigados, agradecíamos que ao usarem integralmente os nossos textos, tivessem a honestidade (e a coragem) de indicarem de onde foram extraídos (http://sbras.blogspot.com/). Não basta andarem a dizer que o blog é isto ou aquilo, para depois utilizarem-no para as vossas publicações. Se vão ganhar dinheiro à conta do nosso trabalho, nós exigimos um pouco de respeito. Considerem-se avisados!

Etiquetas:

Creative Commons License

Estado do Tempo, Gralheira, SB Alportel

E-mail

Firefox 2

Firefox 2

Solidariedade

O nosso Clone?
  • Alma-Algarvia
  • (na versão Câmara Municipal)

  • GDC Machados
  • UDR Sambrasense
  • Grátis

    Grátis

    Depósito do Calvin

    Snoopy

    Tiras do Zero

    Locations of visitors to this page

    Firefox 2

    Get Firefox!

    Alternative Browser Alliance

    StopIE.com - Stop Internet Explorer

    Powered by Blogger

    Local Blogs - Blog Top Sites

    ecoestadistica.com