Sbras.Blog - O Jornalismo do Cidadão contra a Ditadura do pensamento único............................Publicação esporádica e ocasional que procura levar aos leitores informação sobre assuntos sociais, culturais, religiosos, políticos, desportivos, escolares, de saúde, de segurança, do património, do ambiente e outros, sobre o concelho de S. Brás de Alportel..................................Independente do poder politico e económico, aqui lê-se nos acontecimentos os sinais do tempo e presta-se atenção aos recantos mais ignorados.................................. Aqui ouve-se os anseios, aspirações ou queixas da população para a divulgação de informações e noticias de carácter não especializado........................................ Pseudo-jornalismo de Intervenção, de Proximidade e de Conveniência na defensa do interesse comum e o prestigio e desenvolvimento do concelho........................................Talvez por isso este seja único blog que a Câmara Municipal de S. Brás de Alportel não permite o acesso!...............................................

30 junho 2006

29 junho 2006

Jornalismo do Cidadão - Água

Chegou o calor e com a possibilidade de o país vir a sofrer mais uma seca extrema, poupar água já não é apenas uma obrigação das autoridades - é um dever cívico de todos nós.

Contribuir para essa sensibilização é uma causa que o sbras.blog quer abraçar e para a qual pede a ajuda de todos. Vamos mostrar como poupar um bem que será cada vez mais escasso, mas vamos também denunciar situações de desperdício de água.


Se conhece algum caso de sistemática má utilização de água - como regas públicas a meio do dia ou fugas que nunca são reparadas - ou exemplos de poupança, envie-nos a informação ou mesmo fotografias ou material vídeo para nosso endereço de correio electrónico


28 junho 2006

‘jogador formado localmente’

Associação de Futebol do Algarve esclarece
"jogador formado localmente".


A Federação Portuguesa de Futebol informou recentemente em comunicado, que vai haver uma regulamentação a obrigar os clubes a inscreverem no modelo 143 (ficha técnica) um número mínimo de jogadores formados localmente. A interpretação inicial preocupou os clubes que não têm futebol de formação mas a AFA esclarece.De resto, o vice-presidente da Associação de Futebol do Algarve, Carlos Pereira, tem um artigo na Revista nº 3 da AFA a explicar o que é que a FIFA define como jogador ‘formado localmente’. “Para o efeito, entende-se ‘jogador formado localmente’ aquele que tenha sido inscrito na Federação Portuguesa de Futebol pelo menos durante três épocas desportivas entre os 15 e os 21 anos”.

Em breve, nos campeonatos distritais, serão dez os jogadores ‘formados localmente’ a mencionarem na ficha do jogo (modelo 143). Quanto à II e III Divisões nacionais, o número de jogadores nessas circunstâncias e a incluir na ficha de jogo, é de oito.

A Federação Portuguesa de Futebol emitiu este comunicado lembrando que os clubes podem inscrever livremente jogadores profissionais e amadores mas alerta que na época 2006/2007 (a próxima) os clubes têm obrigatoriamente de inscrever um número mínimo de jogadores formados localmente, profissionais ou amadores, nas fichas técnicas, documento que habitualmente chamada de ‘ficha de jogo’ mas oficialmente é o modelo 143.

Depois, para a temporada 2007/2008, a exigência quanto ao número de jogadores formados localmente e a inscrever na ficha de jogo, aumenta; Dez para II e III Divisões nacionais e 12 nas provas de âmbito distrital ou regional. Em resumo: Na época 2007/2008 qualquer equipa do distrital algarvio, por muitos jogadores experientes que tenha no plantel, terá obrigatoriamente de inscrever na ficha de jogo uma dúzia de atletas formados localmente, ou seja, repetimos, jogadores que tenha sido inscritos na FPF pelo menos durante três épocas entre os 15 e os 21 anos.

Etiquetas:

26 junho 2006

Maria dos Santos completou 102 anos

102 anos de vida comemorados com alegria
junto de filhos netos e bisnetos

Maria dos Santos completou 102 anos no passado dia 3 de Junho. Na ocasião os familiares fizeram questão de leva-la até à sua habitação no Largo do Mercado, onde viveu quase até aos 100 anos, ali manteve durante quase meio século uma Mercearia/ Taberna, que encerrou em 1994 quando do falecimento do marido José da Silva Rosa. Aí se juntaram muitos familiares, filhos, netos, bisnetos e outros familiares numa pequena festa onde não faltou o tradicional bolo de aniversário.
Maria dos Santos embora com alguma dificuldade ainda se desloca, e revela relativa vivacidade pese embora tão provecta idade.
Utente do Lar da Misericórdia de S. Brás de Alportel onde é a mais idosa ,Maria dos Santos é também provavelmente a cidadã mais idosa do concelho de S. Brás de Alportel certamente um manancial de histórias e sabedoria, que já contam 102 Primavera.

25 junho 2006

Desfile de Moda em Pele de Cortiça


A matéria prima que assumiu enorme importância na história de São Brás de Alportel, na ascensão económica que motivou a elevação da então freguesia a concelho, surge agora, de forma inovadora, aplicada à indústria da moda, fazendo a simbiose entre o passado e o futuro.

No Palco do Cine-Teatro São Brás, a beleza vai desfilar em acessórias e vestuário de cortiça, assinados pelos estilistas Bruno São Vicente e Laura Martins, numa produção PELCOR. A pele da cortiça apresenta-se em novas conjugações que prometem surpreender e adaptar-se a um uso quotidiano.

O desfile tem início pelas 21h30, no próximo dia 25 de Junho, dividido em 2 partes: 1ª Parte, com Acessórios em pele de cortiça e uma 2ª Parte, dedicada à Roupa em pele de cortiça.

No palco vão desfilar como modelos principais: Dânia Neto e Paulo César (actores da novela “Morangos com Açucar”, onde interpretam as personagens “Maria” e “Fred”), vestidos pelos estilistas: Bruno São Vicente e Laura Martins.

Apresentada a público pela 1ª vez, esta colecção é uma inovação, que resulta da mistura da pele de cortiça com outras matérias, que lhe conferem a versatilidade, para um uso quotidiano.


Os bilhetes estão à venda, a partir de dia 20 de Junho na Tesouraria da Câmara Municipal.



E nós vamos pagar para ver uma colecção que daqui a duas semanas podemos ver (gratuitamente) expostas em montras por todo o mundo?...

Óbitos superam natalidade

Nove municípios algarvios sem antídoto para travar a morte: Óbitos superam natalidade

Feitas as contas aos últimos números do Instituto Nacional de Estatística (INE), relativos ao ano de 2004, conclui-se que a maioria dos concelhos da região apresentam uma taxa de crescimento natural negativa.

Segundo os números do INE, as situações mais preocupantes ocorrem nos concelhos de Alcoutim (87 mortes para 14 nascimentos) e Monchique (130 para 31). Contas feitas, se este ritmo se manter, estes concelhos ficam completamente desabitados em 48 e 55 anos, respectivamente!!!

Outros concelhos onde o saldo natural é negativo são Aljezur (81 óbitos para 49 nascimentos), Castro Marim (108 para 45), São Brás de Alportel (153 para 106), Silves (455 para 370), Tavira (354 para 223), Vila do Bispo (79 para 47) e Vila Real de Santo António (208 para 193).

Em relação à diferença entre o número de mortes e nascimentos registados em 2004, o concelho de Tavira aparece isolado no topo da tabela, com uma perda de 131 habitantes no total. Logo de seguida, surgem os municípios de Monchique (99) e Silves (85), São Brás de Alportel contabiliza uma perca de 47 habitantes.

Convêm ainda relembrar que estes números apenas se referem à diferença entre os nascimentos e os óbitos ocorridos.

24 junho 2006

Admissão Pessoal - Biblioteca Municipal

A Câmara Municipal abriu Concurso Externo de Ingresso para admissão de 1 (um) estagiário na carreira técnica superior (línguas e literaturas modernas) para a Biblioteca Municipal.

Para mais informações consulte o Diário da República ( n.º 114, III Serie, 14 de Junho de 2006, na página 11574), as candidaturas podem ser formalizadas até ao dia 28 de Junho.


(clica na imagem e lê na página 62 os requisitos necessários)

Obs: Não tente procurar o anuncio do concurso no site da Câmara!...
não foi publicado, talvez
por esquecimento(?), talvez não!...

Em busca de criatividade - Arte Viva 2006


Em busca de criatividade: Arte Viva à procura de novos artistas

Ainda há lugares disponiveis para Arte Viva - a festa da arte e da música - que vai acontecer no fim de semana de 15 e 16 de Julho em São Brás de Alportel, nos jardins do Museu

Os organizadores procuram novos talentos e este ano o leque é muito mais abrangente: não só o convencional mas também trabalhos em cerámica, vidro, pedra, tecido - tudo o que fôr feito com arte e inovação.

O evento, a decorrer nos espaços "encantados" do museu, encherá os serões (das 18.00 até às 24.00 horas) com alegria. Vai haver música ao vivo de todos os géneros, gastronomia internacional (portuguesa, marroquina, sueca e muito mais) e muitos artistas trabalhando ao vivo. Quem sabe se não você ? Porque não juntar-se a nós como expositor ou como visitante?

Para mais pormenores contacte a susana@amigos-museu-sbras.org / 966329 073.

23 junho 2006

Baile São João - São Romão e Alportel


A festa continua hoje dia 23, sexta, pelas 21:00 horas, no Adro de São Romão com a actuação da Marcha Popular "Noivas de Quelfes". O baile dança-se ao som de Zélia Almeida.

Amanhã dia 24, sábado, pelas 21:00 horas é no parque do Alportel com a actuação da Marcha do Sporting Clube Olhanense. O baile faz-se ao som do artista são-brasense Vitor Alves.

Caiu a poço ao apanhar coelho bravo

A tentativa de apanhar um coelho bravo que caíra a um poço tornou-se fatal para João Rosa, de 43 anos, que também caiu nesse poço, morrendo afogado.

A tragédia aconteceu a alguns quilómetros de Desbarato, São Brás de Alportel, onde a vítima residia,

Os pormenores do acidente são desconhecidos, já que o homem fora sozinho tentar apanhar o coelho no poço.

“Esteve no meu estabelecimento, cerca das 14h30 da passada quinta-feira, e já vinha um pouco ‘entornado’, pois gostava do seu copinho”, contou Maria Adélia, uma das últimas pessoas a ver João Rosa com vida.

A notícia, trazida por uns miúdos, da queda de um coelho num poço, a cerca de um quilómetro do café, teve resposta rápida de João Rosa.

“Pegou na sua motorizada e abalou rumo ao poço. Não era caçador mas gostava de caça”, disse a dona do café, que começou a ficar preocupada quando o seu cliente tardou em regressar, e mandou o neto ir procurar João Rosa.

O neto da comerciante encontrou primeiro a motorizada junto ao poço. “O meu neto assomou-se ao poço e viu um maço de cigarros e um capacete a boiar na água.”

O corpo foi resgatado pelos Bombeiros Voluntários de São Brás de Alportel.

Teixeira Marques - in: Correio da Manhã

22 junho 2006

Algarve de Betão

Todos os dias são concedidas dez novas licenças para construção

O número de licenças para construção concedidas pelas câmaras municipais da região do Algarve não pára de aumentar e atingiu quase o dobro do que se verificava há uma década.

Em 1997, esse número estava situado nas 2.500 licenças e a partir daí nunca mais desceu das 3.000 por ano. Em 2002, a região atingiu o valor mais elevado da década, tendo sido concedidas quase 4.500 licenças para construção, número que desceu ligeiramente nos últimos anos para valores que rondam as 3.700. Ou seja, diariamente, as autarquias concedem uma média de dez licenças para construção, das quais oito são para novas habitações e as restantes são ampliações ou reconstruções. No final de cada mês, são mais de 300 as licenças concedidas pelas 16 autarquias do Algarve!

Analisando os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), relativos aos anos de 2003 e 2004, é possível concluir quais são os municípios que mais têm contribuído para este crescimento: Loulé (910 licenças), Lagos (888), Albufeira (741) e Silves (679) lideram a lista. Do outro lado, destacam-se os concelhos de Monchique (72), Alcoutim (92) e São Brás de Alportel (133).

Existem casas suficientes?

A questão que se coloca hoje em dia é saber, então, se existem casas suficientes? Em declarações ao Jornal do Algarve, o responsável pela área de ordenamento da Almargem, Luís Brás, afirmou que se trata de uma questão que não levanta quaisquer dúvidas. "É óbvio que há habitações em excesso na região", frisou. Para o ambientalista, "o pior é que a região continua com uma tendência crescente, enquanto o ritmo de construção tem abrandado no resto do país". "Os últimos dados indicam que as áreas urbanas continuam a sofrer uma forte pressão do sector da construção. Ou seja, a ideia de que o problema do boom urbanístico das décadas de 70 e 80 já tinha acabado está errada. Basta passar por algumas cidades algarvias para se verificar que a construção continua a disparar, mesmo em zonas que há 10 anos eram mais afastadas dos grandes núcleos urbanos", acentuou Luís Brás.

Área construída cresceu 55 por cento nos últimos 20 anos

Regressando aos dados estatísticos, os números colocam em evidência o aumento desenfreado das licenças para novas construções, enquanto a reabilitação continua a ter pouco peso. Das 3.721 licenças concedidas em 2004, apenas 196 foram destinadas à reconstrução de habitações. Por outro lado, a construção de nova habitação representa sempre mais de 85 por cento do total de licenciamentos concedidos nas últimas duas décadas. Face a estes dados e apesar de alguns sinais de abrandamento do sector da construção nos últimos meses, o INE conclui que a construção de novas habitações continua a atravessar um ciclo de ouro, que já vem desde os anos 80, sendo o Algarve a região do país onde se verifica um maior crescimento de novas construções.

Um estudo sobre a ocupação do solo português (Corine Land Cover 2000), revelado há cerca de um mês e que está disponível na internet, conclui mesmo que a área construída no Algarve cresceu 55 por cento!!! O documento analisou as transformações entre 1985 e 2000 e chegou ainda à conclusão de que o Algarve apresenta o índice de construção mais elevado do país. O mesmo estudo refere que o avanço do betão na região resultou no desaparecimento de 20 por cento da vegetação natural.

21 junho 2006

Luis Cruz abandona “O Sambrasense”

Ninguém quer o lugar de editor no Jornal “O Sambrasense”
(pudera, o papel de marioneta não serve ninguém...)


Pouco mais de um mês foi o tempo que levou o responsável editorial do jornal “o sambrasense” a abandonar o cargo. Motivos pessoais e inadiáveis estiveram na causa deste abandono.

Recordamos que Luís Miguel Cruz, formado na área de rádio jornalismo, aceitou o desafio em Abril deste ano, logo após a saída do seu antecessor Severino, tendo assinado ainda o editorial da edição de Maio do jornal. Edição essa que primou pelas 7 paginas de actividade camarária, 4 artigos ao abrigo do direito de resposta e 2 pedidos de desculpa e 1 lamentação pelos factos ocorridos na edição anterior. Não foi um trabalho fácil para o recém-chegado editor que acabou por não aguentar a pressão.

Já sem responsável editorial com um mínimo de formação jornalística a edição deste mês do jornal “o sambrasense” ficou a cargo do responsável máximo do seu proprietário, o director do clube UDR Sambrasense, Sr. Eduardo Santos.


---------------------------------------------


Não podemos deixar de aproveitar a oportunidade para agradecer a publicidade feita ao nosso weblog, não obstante as mentiras e calunias que o jornal nos dispensa. A falta de formação jornalistica e o mau estar causado pelas criticas feitas pelos leitores ao sr. Eduardo Santos , levaram a que o presidente da UDRSambrasense usa-se o jornal para fazer valer a sua opinião pessoal acerca deste weblog, dos seus leitores e comentaristas, nos quais também ele se incluia até se ter sentido ofendido.

No entanto, bem haja o seu bom senso, ou neste caso a falta dele.
Com as suas reportagens o jornal veio revelar que os comentarios que aqui se puderam ler nos ultimos meses foram feitos pelas mesmas pessoas que por aí andam a dizer que este é o "blog do mal dizer".

Assim, pela má fama causada à nossa pagina, não podemos deixar de agradecer os comentaristas já identificados, directores de jornais locais, e os que ficaram por identificar, presidentes de clubes e associações, membros do gabinete da presidencia e vereação, membros de comissões politicas e autarcas eleitos
(PS, PSD E CDU) , representantes de diversos orgãos autarquicos e forças policiais... a todos o nosso muito obrigado.

É pena não existir efectivamente qualquer queixa contra os responsáveis este weblog, senão todos estes srs. além de supreenderem com a gerencia, ainda teriam o "prazer" de se ter que confrontar uns com os outros nos tribunais.

Continuem a trabalhar desta maneira em prol de São Brás, os são-brasenses agradecem!

20 junho 2006

Centro de Medicina Física e Reabilitação

Contrato de gestão do Centro de Medicina Física de São Brás de Alportel assinado quarta-feira

O ministro da Saúde, António Correia de Campos, assina esta quarta-feira, dia 21, um contrato de gestão, por sete anos, do Centro de Medicina Física e Reabilitação do Sul, situado em São Brás de Alportel, em regime de Parceria Público-Privada (PPP).

Integrado na Rede de Referenciação de Medicina Física e Reabilitação, o novo Centro de Medicina Física e Reabilitação do Sul nasceu por decisão política do Ministério da Saúde em 1999, tendo sido objecto de um concurso público internacional em 25 de Setembro de 2001, e adjudicado por despacho do actual e então ministro da Saúde de António Guterres, António Correia de Campos.

Com 54 camas de internamento, consulta externa e unidades de terapia, o centro constitui uma nova unidade no contexto do Serviço Nacional de Saúde (SNS), tendo como objectivo promover “a reabilitação multidisciplinar em situações que exijam intervenções prolongadas e complexas, destinando-se a doentes com lesões medulares, traumatismos crâneo-encefálicos, acidentes vasculares cerebrais, e a outras patologias do foro neurológico, reumatológico, ortopédico, cardiovascular e pneumológico”.

Este serviço destinado prioritariamente aos doentes dos distritos de Faro e de Beja cobrirá doentes do resto do país em caso de inexistência de lista de espera daqueles distritos e articular-se-á com os hospitais de referência da rede nacional de medicina física e reabilitação.

O contrato que será firmado, na quarta-feira, envolve um parceiro privado, seleccionado após a realização de um concurso público. O contrato de gestão compreende, para além da gestão daquela unidade por sete anos, as obras de adaptação necessárias à instalação de equipamento, a manutenção e a conservação do edifício bem como dos equipamentos aí instalados.

O parceiro privado terá igualmente de adquirir bens e recrutar pessoal de acordo com as qualificações estabelecidas no contrato, nomeadamente médicos, enfermeiros, e terapeutas.

O Centro de Medicina Física e Reabilitação do Sul, situado em São Brás de Alportel, Algarve, tem previsto um período de cinco meses para a sua implementação, perspectivando-se que entre em funcionamento no final do ano de 2006, início de 2007.

A assinatura do contrato terá lugar às 11.00 horas, na Câmara Municipal de São Brás de Alportel.


-------------------------------------------------------

Está garantido, Centro de Medicina Fisica e Reabilitação do Sul não vai trazer emprego aos são-brasenses, nem sequer nos sectores da limpeza e manutenção... infelizmente.
Quanto ao desenvolvimento local espera-se que o Centro de Medicina Fisica e Reabilitação tenha tanto impacto no desenvolvimento social e económico no concelho quanto teve a implementação do Parque de Manobras!...

São as grandes obras estruturantes de António Eusébio e o PS local ao serviço da população!



OUTRAS NOTICIAS SOBRE CMFRS:
SET 2003 - CMFRS ABRE EM INICIO 2OO5
OUT 2003 - PRESIDENTE PROMETE EMPREGOS E DESENVOLVIMENTO LOCAL
JAN 2005- PRESIDENTE PREOCUPADO COM ATRASOS
JUN 2005 - BANCO PRIVADO VAI GERIR CMFRS
NOV 2005 - CMFRS ABRE EM 2006, SEM EMPREGOS PARA SÃO-BRASENSES

19 junho 2006

Demolição - Lidia Machado responde

Demolição Armazém – Arrendatária responde ao Presidente

Na sequencia do esclarecimento cuja publicação foi exigida pelo sr. presidente da câmara na passada edição de Maio do jornal “o sambrasense”, Lídia Machado a arrendatária do armazém vem agora esclarecer o seguinte:

1. Mesmo que o espaço onde estava situado o armazém pertencesse à câmara municipal, os bens que lá dentro se encontravam nunca lhe pertenceram. Assim no momento em que tiveram conhecimento da existência de tais bens deviam ter parada a demolição por estarem a actuar ilegitimamente contra a propriedade de outrem.

2. Quando somos proprietários de um espaço, como a câmara afirma serem relação ao armazém, e temos conhecimento que esse espaço está a ser utilizado “ilegitimamente” por alguém, recorremos aos tribunais e não a máquinas retroescavadoras.

3. Se o armazém onde estavam os meus bens lhes pertencesse, não faz sentido a câmara ter solicitado à minha senhoria autorização para demolição. Assim como parece estranho a senhoria ter informado a câmara que a autorização que deu se referia à ruína n.18 e não ao armazém n.16 (de que sou arrendatária desde 1 de Setembro de 1968) pedindo ainda na mesma carta à câmara que levante o armazém e assuma as responsabilidades.

4. Para que não fiquem duvidas em relação à legitimidade dos meus bens ali estarem, quero deixar claro que a ter havido alteração do proprietário do armazém de que sou arrendatária, de tal facto não me deram conhecimento, tendo eu sempre cumprido o estipulado no contrato, nomeadamente o pagamento das rendas.

5. Quero ainda deixar claro que considero ser eu a principal lesada, se não a única em todo este processo e que pretendo apenas estar como estava no dia 7 de Março de 2006, com um armazém e as minhas coisas.

Assina: Lídia Machado
Arrendatária do armazém sito na Rua Serpa Pinto n.16.


Continuamos a afirmar que António Eusébio e a Câmara Municipal estão a esconder algo aos são-brasenses... O esclarecimento agora feito pela arrendária do armazém dá a conhecer a existência de correspondencia trocada entre a senhoria e a câmara municipal, na qual a senhoria exige o levantamento do armazém (n.16 da Rua Serpa Pinto) atribuindo a responsabilidade da demolição "ilicita" à câmara municipal. Também confirma a autorização dada pela senhoria para a demolição da ruina (n.18). O esclarecimento vem também desmentir algumas das atribuladas e confusas declarações do sr. presidente, que desde o inicio deste processo não tem sabido como explicar a demolição do armazém. tendo começado por atribuir a culpa a um lapso, mais tarde explicou que tinha autorização da senhoria (que verificamos agora ser mentira) e por ultimo garantindo que o armazém estava situado em terrenos da câmara não necessitando por isso autorização de ninguém para proceder à sua demolição. Enfim, os tribunais seram certamente o melhor local para julgar o que tem sido feito e dito por António Eusébio e a Câmara Municipal. Vamos aguardar pelas cenas dos próximos capítulos...

18 junho 2006

Baile de Santos Populares - Bairro Social


A festa dos santos populares sai à rua no concelho de São Brás de Alportel com os tradicionais arraiais e bailaricos onde o folclore e as marchas são reis.

A festa continua no dia 18, domingo, pelas 21:00 horas, no Bairro Social João Rosa Beatriz a com a actuação da Marcha da Rua do Outeiro - Quarteira. O baile dança-se ao som do conhecido artista sambrasense, Vitor Alves.

17 junho 2006

Carrinhos Rolamentos - III Grande Prémio

16 junho 2006

Demolição - presidente não é responsável

Numa altura que todos se queixam ter tornado alvo de criticas, aqui fica um excerto da acta da reunião de câmara de dia 26/04, onde se pode ler que segundo o vereador sr dr. Joaquim Mendoza, Pedro Machado vitima pela demolição abusiva queixa-se por estar a ver a sua imagem e bom nome denegridos. Acusação prontamente refutada pelo sr. presidente da câmara.

De realçar neste extrato da acta são as declarações do sr. presidente, quando contrariando o que disse às televisões e jornais diz que "no próprio dia que ocorreu a demolição tentou por todos os meios, falar com o Sr. Pedro Machado e, ou a sua mãe, não tendo havido qualquer manifestação de interesse em estabelecer negociações com a câmara municipal..."

14 junho 2006

Baile Sto António - Mesquita


A festa dos santos populares sai à rua no concelho de São Brás de Alportel com os tradicionais arraiais e bailaricos onde o folclore e as marchas são reis.

A festa começa no dia 14, quarta-feira, pelas 21:00 horas, no Adro da Capela Mesquita com a actuação da Marcha Infantil do Núcleo de Educação de Infância Itinerante da Mesquita. O baile de Santo António dança-se ao som de Vitor Alves.

Ver sem Olhar


Um projecto pioneiro no Algarve que visa sensibilizar a comunidade, para as novas tecnologias e equipamentos para invisuais e todas as pessoas com dificuldades de visão, vai ser lançado na Biblioteca de São Brás de Alportel.

A apresentação do primeiro jornal, “Ver sem Olhar”, desenvolvido pelo Município de Albufeira e o lançamento do livro “Borboletas de Inverno”, uma obra de ficção, de autoria de Miriam Palácios, ambos em Braille, vão decorrer no dia 16 e 17 de Junho, a par da exposição de objectos artísticos “Arte Sem Barreiras”, de Miriam Palácios.

Simultaneamente, haverá uma demonstração de equipamentos de leitura e ensino para cegos e amblíopes, a serem utilizados em escolas, bibliotecas e centros comunitários, realizada por João Fernandes do INCNOR - ajudas técnicas, consultadoria, equipamentos e serviços, lda.

A sessão conta também com uma demonstração dos serviços de apoio que podem ser prestados por um cão - guia, pelo Presidente do “Clube Português de Utilizadores de Cão-Guia”.

O projecto visa sensisibilizar bibliotecas, escolas, serviços sociais e comunidade, para a utilização de meios destinados a pessoas invisuais, que possibilitem a sua maior integração social.

13 junho 2006

Igreja Matriz em 3D

Percurso Virtual em 3D do Adro da Igreja Matriz
de São Brás de Alportel

(clica na imagem)

Se existir problemas na instalação do Cosmo Player 2.1.1, pode instalar outro browser VRML, como por exemplo, o blaxxun Contact 5.3 ou outro.

12 junho 2006

Demolição - Processo Averiguações

Processo de Averiguações está terminado.

O processo de averiguações 01/2006 relativo a actuação da câmara no caso da demolição do armazém no nº16 da Rua Serpa Pinto foi arquivado. O relatório deste processo conclui que a actuação dos funcionários e as diligências tomadas pela autarquia foram as correctas para as circunstâncias não havendo assim lugar a qualquer processo ou sanção disciplinar. No entanto o relatório é omisso quanto à necessidade de se proceder ao pedido do inventário de bens aos lesados.

Acta Reunião de 09 Maio 2006
(clique na imagem para aumentar)

Acta Reunião de 23 Maio 2006
(clique na imagem para aumentar)





NOTICIAS ANTERIORES:
ESCLARECIMENTO DO PRESIDENTE MESES DEPOIS
DEMOLIÇÃO ABSURDA - DESENVOLVIMENTOS
DEMOLIÇÃO ABSURDA - EM "O SAMBRASENSE"
DEMOLIÇÃO AS ACUSAÇÕES - EM "O SAMBRASENSE"
DEMOLIÇÃO NA RUA SERPA PINTO
DEMOLIÇÃO POR LAPSO - EM "JORNAL NOTICIAS"

11 junho 2006

Demolição - Actualização

Inventário bens destruídos

O inventário dos bens destruídos já está elaborado. Após meticulosa recolha e etiquetagem elaborada pela Câmara Municipal o inventário dos bens encontrados foi enviado para o Ministério Público e para o sr. Comandante do posto da GNR. Ainda no âmbito do processo a decorrer no tribunal a câmara municipal mandou proceder à avaliação dos objectos encontrados afim de conhecer os montantes envolvidos na mais que provável indeminização a pagar.


(clique na imagem para aumentar)

Só não entendemos uma coisa. Porque foi enviada cópia ao comandante do posto da gnr?...
Não deveria ter sido também enviada cópia à lesada, D. Lidia Machado?...


10 junho 2006

Família Cabeçadas reuniu-se no Algarve


A Família Cabeçadas realizou no passado dia 27 de Maio um almoço no Vilamoura Marinotel. Esta reunião familiar juntou cerca de 250 pessoas de um total de 900 membros perfeitamente identificados na “árvore genealógica” desta família São-brasense que remonta ao ano de 1782 e ao sitio de São Romão – São Brás de Alportel.

Durante esta gala da família algarvia foram homenageadas algumas das figuras de relevo, nomeadamente o almirante Mendes Cabeçadas e o médico Manuel Cabeçadas

09 junho 2006

Canil Intermunicipal

Canil/Gatil Intermunicipal Faro / S. Brás de Alportel vai avançar

Considerando a importância dos animais domésticos e a falta de instalações adequadas para a sua recolha e tratamento, a Câmara Municipal de Faro previu no orçamento para 2005 a realização do estudo de um canil/gatil, para avançar com a obra em 2006.

No desenvolvimento desses trabalhos já está concluído o estudo prévio de Arquitectura, que foi elaborado pelo GAT (Gabinete de Apoio Técnico de Faro).

Com base nos estudos feitos pelos Médicos Veterinários de Faro e Loulé o canil/gatil tem uma capacidade estimada para 352 animais. O canil/gatil está concebido com todos os requisitos, prevendo uma recepção, sala de espera, gabinete do veterinário, sala de operações, higienização, copa, maternidade, espaço de quarentena, espaço de doenças infecto-contagiosas, celas para animais encontrados, ambulatório e campo de treinos. Há vastos espaços verdes.

As instalações repartem-se por três volumes, numa área de cerca de 7,5 Ha localizada em Faro.

A estimativa total do custo é de cerca de 800.000 euros.

Deste modo, serão finalmente cridas condições para animais que são fiéis “amigos e companheiros” de jovens, adultos e idosos e que merecem ser tratados condignamente.

08 junho 2006

Prémios Concurso “Não dê Tampa à Solidariedade”

Guadalupe Jacinto, “mãe do Projecto Tampinhas” esteve em São Brás de Alportel a entregar os prémios da I fase do Concurso “Mão dê Tampa à Solidariedade”


Terminada a 1ª fase do concurso “Não dê Tampa à Solidariedade”, promovido pela Câmara Municipal de São Brás de Alportel, no âmbito do Projecto Tampinhas, decorreu no domingo, dia 4 de Junho, a cerimónia de entrega dos prémios aos dez concorrentes que entregaram um maior número de tampas.


Os dez vencedores receberam das mãos da Enf.ª Guadalupe Jacinto um prémio amigo do ambiente, numa cerimónia que teve lugar no Parque da Fonte Férrea, no âmbito das comemorações do Dia Mundial do Ambiente

Listagem de Premiados da 1ª fase do

Concurso “Não dê Tampa à Solidariedade” – Projecto Tampinhas

1 – Lena - 26,315 Kg

2 - Isabel Mª Brás dos Reis - 21,025 kg

3 – Almerinda - 15,755 kg

4 - Mª Custódia Guerreiro - 13,935 kg

5 - Dinis Correia Mota - 13,72 kg

6 - Carla Santos - 12,15 Kg

7 - Cláudia Maria de Sousa Perdigão - 8,94 kg

8 - Ana Paula Correia - 8,16 kg

9 - Fernanda Ferreira - 7,35 kg

10 - Margarida Veríssimo - 6,9 kg

07 junho 2006

EDP mantém linha de alta tensão no Algarve

A REDE Eléctrica Nacional (REN), do grupo EDP, vai manter a contestada localização da linha de alta tensão que está a ser construída entre Tunes, no concelho de Silves, e Estói, no município de Faro. As obras, paradas desde Abril, altura em que os autarcas de Albufeira e Loulé as embargaram, deverão recomeçar em Setembro, quando estiver concluído o estudo sobre possíveis alternativas ao percurso da linha de 41,2 quilómetros de cabos, apoiados em 106 postes gigantes, que atravessa cinco concelhos (Albufeira, Loulé, S. Brás de Alportel, Faro e Silves).


... de pouco ou nada serviram as viagens de António Eusébio a Lisboa... continuamos a ser o concelho mais prejudicado... infelizmente!...

(Ver Mapa REN clique aqui)

06 junho 2006

Bibádoá toca para os são-brasenses


A Bibádoá – Big Band do Algarve actua na próxima sexta-feira, dia 9, no Cine-Teatro São Brás de Alportel. O espectáculo está agendado para as 22:00 horas e promete ser mais um momento musical de extraordinária qualidade, apresentando 18 temas.

Constituída por músicos residentes no Algarve, com formação obtida em diferentes escolas e conservatórios nacionais e internacionais, esta banda nasceu de um projecto musical que procura recriar as grandes orquestras de dança dos anos 30 a 50.

Criada a 4 de Janeiro de 2002, a banda apresenta a sua formação base nas tradicionais big band’s, concentrando essencialmente o seu repertório na interpretação de temas de jazz clássico americano (Glenn Miller, Benny Godman, entre outros), dixieland, sambas e música latina.

A batuta está a cargo do maestro Ricardo Carvalho e a banda é composta por cerca de trinta elementos.

05 junho 2006

Olhanense ganhou torneio do Machados

Os jovens Sub 15 do Olhanense venceram a 12º edição do Torneio de Futebol Juvenil do Machados ao derrotarem na final o conjunto representante do emblema organizador por 2-1.

No terceiro lugar ficou a Selecção do Algarve após ter derrotado o Sporting por 1-0. O Troféu fair play foi também para o Olhanense.

O Olhanense venceu a 12ª Edição, após ter derrotado na final o Machados por 2-1, enquanto que a selecção do Algarve terminou no terceiro lugar e o Sporting na quarta posição.


Quanto a troféus individuais, André Jesus (Selecção do Algarve) foi distinguido como o Melhor Jogador, Tiago Silva (Selecção do Algarve) o Melhor Guarda-Redes, Filipe Romeira (Olhanense) o Melhor Marcador e Peter (Sporting) o jogador mais jovem. O troféu fair play foi para o Olhanense.

Etiquetas:

Faces, Feições e Efeitos

O que fazem os professores para além de ensinar?

Venha ver... é a Festa das Artes no Museu do Trajo de S. Brás de Alportel.

04 junho 2006

Repórter EspAcial - artigo#2

texto elaborado/enviado por leitor
NÃO SE TRATA DE UMA NOTICIA REAL, é o nosso reporter espAcial!!!

António Eusébio Vs "sbras.blog"
António Eusébio quer acabar com “blog” são-brasense

O crescente “mau-estar” criado no seio da comunidade são-brasense pelo weblog local (sbras.blogspot) levou a edilidade a tomar um conjunto de medidas que visam, em última instância, o encerramento desse sítio na internet.

António Eusébio, visivelmente desgastado pela onda de contestação, considera que o “blog” que tem criado um mau-estar geral na população do concelho tem que acabar. “A calúnia, a injuria, a difamação não pode continuar a conviver com os são-brasenses, não podemos deixar que isto continue, está é uma terra em franco progresso, crescemos 33% e somos os que menos recebemos do Estado. Isto não pode continuar, temos que encerrar o “blog”” - confidencia o presidente acrescentando: “não é por mim!... as atrocidades que lá são ditas contra o Prior Cunha é que tem que acabar! Não posso deixar que continue esta falta de respeito pela igreja.” António Eusébio termina com um aviso: “os responsáveis já estão identificados. Entreguei hoje ao representante local da polícia judiciária uma pasta com a lista dos responsáveis, cabe-lhes trazê-los para a praça pública e encerrar de uma vez por todas o pasquim da má-ligua.”

Restrição máxima no uso da imagem

Auto-intitulado jornalismo do cidadão “sbras.blogspot” tem sido utilizado pelo(s) seu(s) criador(es) essencialmente para criticar e contestar o trabalho da Câmara Municipal e achincalhar a imagem do Presidente, para evitar que isso aconteça António Eusébio ordenou a restrição máxima no uso da sua imagem em comunicados e fotos para a imprensa local e regional, proibiu também o GIDI de usar a sua imagem para fins promocionais e os comunicados de imprensa passaram a limitar-se aos factos, evitando assim que possam ser usados para acalorar debates ou discussões publicas.

As medidas estenderam-se também aos serviços camarários e por ordem expressa do sr. Presidente foi barrado o acesso ao “blog” aos computadores com internet . Na câmara à excepção do GIDI e da informática, todos os outros estão agora impedidos de aceder ao “sbras.blog ”. Quando confrontado com este facto, António Eusébio respondeu: ” Não se trata de censura!.. tratamos todos igualmente, sejam militantes do PS sejam da Oposição, todos entram na Câmara por concurso e aptidão!.. Tomei esta medida por forma a tranquilizar os meus funcionários e normalizar a produtividade dado que muitos deles andavam distraídos com a internet.”.

Esta medida será ainda extensível às escolas do concelho e à biblioteca municipal e decorrem ainda conversações entre a autarquia e instituições do concelho na sentido de participarem nesta "luta contra o mal" limitando assim ao máximo a informação ao dispor dos autores do blog e dos são-brasenses, enquanto aguarda pelo encerramento do sitio na internet.


03 de Maio de 20o6 /O enviado espAcial:A.H. Livre/para o s.bras.blog

PEÇAS ANTERIORES:
Repórter EspAcial - artigo#1

03 junho 2006

Trilho Ecológico

Atravessar todo o Algarve a pé, num trilho ecológico que se estende ao longo da serra, vai ser possível a partir de Setembro de 2007, ao abrigo de um projecto desenvolvido pela associação ambientalista Almargem.

A Via Algarviana, projectada desde finais da década de 90, é um percurso pedestre sinalizado que vai atravessar toda a região algarvia, com especial incidência na zona serrana, entre Alcoutim e o Cabo de S. Vicente, numa extensão de cerca de 240 quilómetros.

O projecto, que ainda está a ser definido, tem como parceiros a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve e as nove autarquias por onde passa o itinerário: Alcoutim, Castro Marim, Tavira, S. Brás de Alportel, Loulé, Silves, Monchique, Lagos e Vila do Bispo.

O presidente da associação Almargem, João Santos, disse à Lusa que a ideia na base do projecto é aproveitar troços já existentes para transformar a via no esqueleto de toda a rede de percursos pedestres do Algarve.

A Via Algarviana, que terá sinais com informações sobre o património histórico, fauna e flora, fará parte de um itinerário transeuropeu que liga São Petersburgo, na Rússia, a Tarifa, no Sul de Espanha.

Quando estiver pronta, a via estabelecerá a ligação com outra rota, que liga o Cabo de S. Vicente a Caminha, aproveitando troços já existentes por onde, segundo reza a história, passavam os peregrinos na época dos muçulmanos.

Segundo o coordenador da Via Algarviana, João Ministro, a duração do percurso depende da preparação de cada pessoa, mas a média para atravessar a via será de 15 a 20 dias, se o caminhante percorrer 15 quilómetros por dia.

"Os objectivos do projecto são essencialmente promover o desenvolvimento rural e evitar a desertificação", resume, acrescentando que a ideia é também fazer com que, em torno da via, nasçam outras actividades de eco-turismo.

A construção da Via Algarviana está orçada em 388 mil euros, dos quais 70 por cento são fundos comunitários, sendo o restante financiado pelas câmaras envolvidas.

02 junho 2006

Torneio de futebol juvenil nos Machados

Com a presença do Sporting Club de Portugal, vai ter lugar no próximo fim-de-semana, o 12º Torneio de Futebol Juvenil na categoria de Sub 15, organizado pelo Grupo Desportivo e Cultural de Machados.

O evento, já reconhecido como um dos principais na nossa região, conta ainda com a Selecção do Algarve, Olhanense e claro, o emblema organizador. Uma vez oficializado, o torneio tem o apoio da Associação de futebol do Algarve que colabora com a nomeação de árbitros dos seus quadros para dirigir as partidas cujo calendário é o seguinte:

Sábado, dia 3 de Junho:
16H00: Selecção do Algarve - Olhanense (árbitro Luís Costa)
17H45: Machados - Sporting (árbitro José António)

Domingo, dia 4 de Junho:
15H00: Apuramento 3º e 4º lugar (árbitro João Ferreira)
16H45: Final (árbitro Bruno Brás)

Recorde-se, na edição anterior o triunfo coube ao Benfica, no segundo lugar ficou a Selecção do Algarve, em terceiro o Machados e em quarto o Louletano.

Etiquetas:

Festival de Actividades de Ar Livre

No primeiro fim-de-semana de Junho, nos dias 3 e 4 de Junho, o Parque da Fonte Férrea acolhe a 1ª edição do Festival de Actividades de Ar Livre.


Actividades de natureza, aventura e animação concorrem para proporcionar um fim-de-semana diferente, para todos os jovens de todas as idades.

A promoção de actividades de ar livre e desportos de natureza, num concelho com extraordinárias potencialidades ambientais, geográficas e paisagísticas e a oferta diversificada de actividades, dirigidas aos mais jovens são objectivos deste 1º Festival de Actividades de Ar Livre.

No sábado, dia 3, sob coordenação do Bike Clube S. Brás, realiza-se um passeio de BTT “Trilhos do Caldeirão”, com concentração pelas 15h30.

No domingo dia 4, são as quatro rodas que convidam à aventura, no passeio TT “Trilhos do Caldeirão”, com ponto de encontro pelas 09h00, briefing e entrada de material pelas 09h30 e início do passeio pelas 10h00, rumo à aventura, pelas mais espectaculares paisagens da Serra do Caldeirão.

Rave Party Night - Fonte Férrea

01 junho 2006

Creative Commons License

Estado do Tempo, Gralheira, SB Alportel

E-mail

Firefox 2

Firefox 2

Solidariedade

O nosso Clone?
  • Alma-Algarvia
  • (na versão Câmara Municipal)

  • GDC Machados
  • UDR Sambrasense
  • Grátis

    Grátis

    Depósito do Calvin

    Snoopy

    Tiras do Zero

    Locations of visitors to this page

    Firefox 2

    Get Firefox!

    Alternative Browser Alliance

    StopIE.com - Stop Internet Explorer

    Powered by Blogger

    Local Blogs - Blog Top Sites

    ecoestadistica.com