28 abril 2007

«Carta da Terra»

Escolas algarvias dinamizam projecto

O projecto «Carta da Terra-Instrumento de Sustentabilidade» está a ser motivo de união entre as escolas que nele participam e a comunidade.

Alunos de quatro escolas do Algarve usaram a sua imaginação para sensibilizar os mais velhos para os problemas ambientais e sociais que afectam a sociedade.

A Escola EB 2,3 Bernardo de Passos, de São Brás de Alportel, acolheu, na passada semana, um fórum infanto-juvenil inserido no projecto «Carta da Terra-Instrumento de Sustentabilidade».

Esta escola, assim como a EB1 de Salir, foram as primeiras a participar neste programa, a nível nacional.

Esta é uma iniciativa da Associação Portuguesa de Educação Ambiental (Aspea), aprovada e reconhecida pela UNESCO, lançada, enquanto projecto-piloto, no ano passado.

Hoje, são já quatro os estabelecimentos de ensino da região algarvia que participam neste projecto. Às duas escolas mencionadas, juntaram-se a Escola Secundária Belchior Viegas, de São Brás, e o Agrupamento da Escola Afonso III, de Faro. Também estas estiveram na passada semana no Fórum infanto-juvenil.

Nos seus trabalhos, tentaram espelhar alguns dos principais objectivos do projecto.

A «Carta da Terra-Instrumento de Sustentabilidade» pretende promover valores como o respeito à terra e aos seres humanos, a paz e a não-violência, a distribuição justa de recursos, a luta contra o racismo e a erradicação da pobreza e da miséria, para mencionar apenas alguns.

O fórum serviu para mostrar tudo aquilo que já foi feito, no âmbito do projecto, pelos alunos das escolas algarvias que nele participam. Ao todo, foram apresentados mais de 20 trabalhos.

Para fazer passar a mensagem, os alunos usaram desde as novas tecnologias, até à dança, passando pela escultura, poesia, pintura e música.

Uma metodologia que vem no seguimento de um programa que já há anos é promovido pela Direcção Regional da Educação do Algarve, o Programa Regional de Educação Ambiental pela Arte (PREAA).

O director regional de Educação considerou mesmo que os valores que o PREAA e o projecto «Carta da Terra» tentam transmitir devem fazer parte da formação de todos os cidadãos.

«Este é o maior contributo que pode ser dado pela escola para a valorização dos futuros profissionais, porque são competências genéricas que todos devem ter e que são as mais difíceis de adquirir», disse Libório Correia.


Directora da Escola Bernardo Passos
Violantina Hilário orgulhosa


A variedade dos trabalhos apresentados no Fórum Infanto-Juvenil deixa orgulhosa a professora Violentina Hilário, directora da escola Bernardo de Passos, que recebeu o fórum e esteve associada ao projecto «Carta da Terra» desde a primeira hora.

«Os alunos têm tido um empenho excepcional neste trabalho. Tem havido, também, muita dinâmica da parte dos professores, enquanto formadores e promotores da educação para a cidadania. Há ainda um aspecto muito interessante, que é uma enorme colaboração dos pais em todos os projectos que os miúdos têm desenvolvido», contou ao «barlavento».

Isto permite ter uma ideia do impacto de acções deste tipo na comunidade onde são realizadas, nomeadamente em São Brás, um meio mais pequeno.

«Nós acreditamos que os nossos alunos podem ter um papel importante na formação dos cidadãos em geral», afirmou Violentina Hilário.


Presidente da Câmara de S. Brás de Alportel
Dá opinião como Pai Sambrasense


Algo que parece ser confirmado por um pai que esteve presente no fórum.

O presidente da Câmara de São Brás de Alportel António Eusébio tem filhos em idade escolar, que estudam em escolas do concelho. Com um sorriso nos lábios, contou ao jornal como tem sido a sua experiência pessoal.

«Eles chamam-nos, de vez em quando, a atenção, embora eu cumpra o princípio da reciclagem e tenha uma atenção especial para a matéria ambiental. Mas são sempre eles os primeiros a dizer que já sabem fazer e que se deve fazer desta ou daquela forma», contou.

3 comentários:

mamã disse...

Assim é que se trabalha... he. he. he.
"faz-se" a noticia e logo com a opinião dos papás!
Porra, não me digam que não havia mais pai nenhum no forum para o reporter fazer perguntas...

Isto é de Gritos e Apitos.
he. he. he.

Anónimo disse...

ca para mim o bolg esta a virar se....... ja deve ter recebido uns subsidios.....eheheh

Anónimo disse...

...só se os subsidios vierem da PJ...
he.he.he.

Sem Espinhas