12 abril 2007

Abriu em Abril


Centro de Medicina de Reabilitação do Sul
rende oito postos de trabalho para são-brasenses

«O Centro de Medicina e Reabilitação é um projecto estruturante para o concelho são-brasense e vai contribuir para a dinamização e desenvolvimento económico de São Brás, porque garantirá emprego a mais de 200 pessoas. Essas pessoas vão gerar e acarretar outra dinâmica.» Palavras de António Eusébio no dia 11 de Setembro 2003, durante a visita realizada por diversos membros da Concelhia do PS/S. Brás ao “Sanatório”, por forma a assinalar a sua rentrée política com uma jornada de trabalho dedicada às obras em construção neste concelho, assim rematadas: «Em Março ou Abril de 2004 estará pronta e, todo o próximo ano será para equipá-la, esperando que em 2005 já tenhamos doentes aqui».

Mais de 3 anos depois, mais precisamente durante o mês de Março começou a receber os funcionários que irão ocupar os 116 postos de trabalho criados, e no início de Abril de 2007, o Centro de Medicina e Reabilitação do Sul é finalmente inaugurado e começa a receber os primeiros doentes.

É agora tempo de se fazerem contas. António Eusébio apostava «trazer mais desenvolvimento económico e mais emprego ao concelho», no entanto ficou muito aquém da promessa feita. Se relativamente ao desenvolvimento económico que o Centro de Reabilitação poderá imprimir ao concelho continua a ser uma incógnita, já o mesmo não podemos dizer da criação de postos de trabalho para pessoas. Se por um lado foram criados 116 postos de trabalho por outro apenas 8 pessoas oriundas do concelho conseguiram emprego.

De realçar aqui é o facto da maioria dos trabalhadores do Centro de Medicina e Reabilitação do Sul serem dos concelhos de Faro e Loulé, o que em termos de desenvolvimento económico pouco ou nada de relevante trazem ao concelho.

E dos 116 Postos de trabalho apenas 8 São-brasenses garantiram emprego, não se conseguiu sequer chegar à prometida na quota dos 10 por cento que António Eusébio queria preenchida por pessoal oriundo do concelho. Ficando-se apenas pelos 7%.... A montanha pariu um rato!...

12 comentários:

Anónimo disse...

Fonix meu que vergonha descomunal...sera caso que não tenhamos cabecinhas pensadoiras ca no concelho ???
Mas afinal de contas que raio de merda é esta ...apenas 8 sambrasenses no meio de 116 ?
ya meu ta-se mesmo a ver a malta não s'importa de serem comidos por parvos...uma valente revolução em frente à camara talvez pudessemos por 9 em vez d'8...
Triste daquele qu'engole e cala...


com espinhas

Anónimo disse...

contaram com o bar do centro?... ou a lavandaria?.... os dois foram entregues a firmas do concelho, isso também conta não?

Calimero

Gosma disse...

Tavam a espera do quê????
Milagres????

Anónimo disse...

nesta noticia não estão contabilizados a malta de s.brás que trocou o Hospital de Faro pelo Centro de reabilitação, pois não?


PP

Anónimo disse...

Então acham que os empregos tinham de ser para Sambrasenses????

A ser assim nós podíamos trabalhar para Faro ou para Loulé?????

Não sejamos mixurucas.......

Anónimo disse...

eu quero um desses empregos Sr presidente

J.M

Anónimo disse...

Já que o Tó Tó Paulo se vai embora como dizem é por essa razão que o Vitinho vai para Loulé para a universidade no audi da Câmara e depois vai dar uma pequena volta ,não venha para cá dizer que ele também leva o caro dele que não leva eu vivo perto dele e o carro dele e da esposa estão sempre no parque junto da casa .

Um aparte o Sre presidente da Câmara parece querer fazer uma transportador em São Brás só se vê carrinhas novas na câmara municipal , se calhar os bombeiros precisam de ambulançias e a câmara não os ajuda que o mais certo, eu digo isto porque a semana passada foi transportado numa ambulância para o hospital de Faro que aquilo era todo menos uma ambulância ,por isso Sre presidente veja lá se lembra de ofercer uma ambulância aos bombeiros e não compre só carros para a Câmara municipal,porque os Sambrazenses precisam mais dos carros dos bombeiros do que as carrinhas da câmara.

Obrigado Bom fim de semana

J.M

avicena disse...

Caros
Cresçam. O que é isso dos sambrasenses! O concelho de São Brás de Alportel cresceu entre 1991 e 2001 33% da população, sobretudo à conta do saldo migratório. E de lá para cá continuou a crescer estimativas de 2005 11.552 habitantes. Este discurso cheira a xenofobia. Não percebem que um concelho como São Brás de Alportel vai receber e se possível acolher cento e picos postos de trabalho directo, em que mais de 3/4 são profissionais qualificados jovens que podem colaborar na massa crítica do concelho. E que o CMFR é um factor de qualificação da região e do concelho, centro de estudo e investigação. Não sejam "bacocos"

desalgadinho disse...

Calimero
Qual é a sua? Bar e lavandaria? Firmas locais? Naturalmente...só as firmas dos amigos é que podem dar comissão à plebe eusebiana.
Claro que a propaganda do Eusébio está na mesma linha do Sócrates. Tudo se promete (especialmente emprego) e depois nada se cumpre.
Prometeu ou não 200 empregos? Essa é que é a questão em causa. Ninguém o obrigou a prometer. Ninguém o obrigou a ser (ele sim) xenófobo quando disse que os 200 postos de trabalho seriam para são-brasenses desempregados.
Ou não há ninguém desempregado em S. Brás? Ninguém a arrastar-se pelas tascas? Pela pedinchice? Pela chulice? Pela droga? Pelo roubo e assaltos? Pelo desespero? Pela conversa dos defensores do Eusébio até parece que no Fundão, em Bragança ou em Portimão dá-se emprego em primeiro lugar a pessoas de Beja, de Peniche ou de Braga? Para quê tanta demagogia para salvar a face do menino-presidente?
Foi o menino que prometeu em 2003 para caçar votos que haveria de dar emprego no Centro de Medicina. E agora é com grande satisfação que leio neste blogue com toda a justiça e frontalidade uma crítica ao menino de copo de leite que só gosta de se mostrar às secretárias algarvias (quanto foi o subsídio da CMSB para a jantarada?). Continuem a votar nos falsos, nos corruptos, nos incultos e nos mentirosos. S. Brás tem o que merece!

Anónimo disse...

Ja algum tempo que nao passava por ca e de repente deparo-me com eesta noticia.
Sinceramente concordo com o leitor, este presidente e um falso bem camuflado. Veio com conversas que iria haver emprego no centro de Medicina, tentei de todas as formas possiveis para colocar a minha mulher la a trabalhar visto estar desempregada e ate entao nada. Nem sequer a identidade responsavel a GPsaude, salvo seja, nunca se pronunciou. caros amigos sao brasenses vivemos numa monarquia em que aquilo que vigora e as familias a quem pertencemos e o dinheiro, aqui esta algo que se enquadra na democracia podre de hoje.

Anónimo disse...

Caros amigos

será que já alguém pensou que se calhar não há pessoal de S.Brás com formação adequada para trabalhar no CRMS? Quantas pessoas em S.Brás é que estudaram Medicina Desportiva, Fisioterapia, Enfermagem, etc, nos últimos anos?
Pensavam o quê? Que só iam abrir postos de limpeza e administrativas?
Sinceramente, acho que 8 pessoas são poucas mas a questão é: temos capacidades para mais?

Anónimo disse...

Calma amigo...monarquia não...porcaria sim...so é pena sermos uma meia duzia de individuos a fazer comentarios porque se a malta participasse no blog outras verdades viriam ao de cima d'agua...enfim...aqui deixo o convite à gerência,para fazer publicidade do blog na nossa vila p'ra voltarmos aos bons velhos tempos onde tinhamos 70 80 90 comentarios ao sujeito d'um artigo aqui exposto...vejam là se podem patrocinar uma equipazinha de futebol p'ra'i...


com espinhas