03 abril 2007

Imprensa Regional

O poder politico sempre olhou com desconfiança para esta imprensa (desde o PREC). Por vezes é incómoda mas leva as novidades da terra aos concidadãos. Surgiu o apoio à imprensa regional para esta se expandir pelos pelos emigrantes. Assim nasceu o porte pago. Agora procurou-se apoiar os mais fortes e deixar morrer os outros. Na prática é criar uma alternativa á imprensa catolica (a maioria dos jornais regionais).

Os apoios oficiais, nacionais e autárquicos nos jornais regionais reflectem a voz do mandador. A noticia inocente tem ao lado a publicidade de uma câmara, junta de freguesia com o respectivo retrato do presidente. (Veja-se os aniversários dos jornais). Os apoios alternativos para a imprensa regional são legislados mas nunca chegaram aos jornais: Doze por cento da publicidade institucional.


In: VilAdentro, n.º 98 - Março 2007 - P. José Cunha Duarte

9 comentários:

Anónimo disse...

Porra, até o Padre já casca no Palaio... Só faltou escrever "Noticias de S.Braz"... Fónixxxxx

Anónimo disse...

Já é muita gente a dizer o mesmo acerca do Jornaleco... isso deve crer dizer alguma coisa!?... não?

O_Coronel

Anónimo disse...

EU NÃO LEIO O NOTICIAS DE S.BRAZ.
E VOÇÊ FAÇA O MESMO!....

Che

Anónimo disse...

Mas eu ouvi dizer que o nóvel periódico editado pela Insigne Paróquia de São Brás de Alportel recebe 200€ por mês, concedidos pela Câmara Municipal de São Brás de Alportel.
Será verdade?

arroto disse...

É verdade sim senhora!!!
Mas que são só 200 euritos...

Já o Noticias recebe só pela insignia "sabe bem viver em s.bras" no topo da 1.º pagina os mesmos 200 euros.
E mais uns trocaditos para publicar as actas da assembleia municipal. E mais outros para a restante publicidade!!!

Mas não pensem vocês que é com isso que o jornal sobrevive, não senhora!... Se não fosse a boa-vontade de pessoas como a Marlene e o GIDI da Câmara esses euritos não davam nem para mandar cantar um cego quanto mais para pagar a publicação mensal do Jornal.

Anónimo disse...

por falar em Paróquia, porque será que em s.brás cada vez vai menos gente à Igreja?

Anónimo disse...

O pasquim tem MUITO dinheiro do saco azul da Câmara. O presidende, a Marlene e o GIDI têm um acordo com o vómito do director no sentido de ele nunca deixar publicar artigos que critiquem os autarcas. Uma vez tinha um artigo para ser lá publicado e o director pediu-me desculpas mas não podia publicar porque se não perdia uma muito boa quantia que a Marlene lhe entregava à parte dos subsídios que estão à vista. Mas a culpa é nossa que lemos o pasquim e que colocamos lá anúncios. Se houvesse um boicote de toda a gente já o pasquim não valia nada para que a Câmara lhe desse dinheiro. Não leiam o pasquim...

Anónimo disse...

Anónimo disse...

por falar em Paróquia, porque será que em s.brás cada vez vai menos gente à Igreja?

Quarta-feira, 04 Abril, 2007

Não sei porquê, mas deve haver alguém a conseguir provar que, de alguma forma, a culpa é da Câmara!

Anónimo disse...

Façam como eu......

Não leiam o pasquim, leiam o blog!!!!!!